LeftRight

Ambientalistas e organizadores do 8º Fórum Mundial da Água – que vai ocorrer em Brasília de 18 a 23 de março do próximo ano – se reuniram hoje (15) na capital paulista para debater o engajamento da sociedade civil no evento, para o qual são esperados mais de 40 mil participantes, entre representantes de governos, da sociedade civil, empresários e especialistas. É a primeira vez que a mobilização ocorre no Hemisfério Sul.

Fonte: Agência Brasil


Venilton Tadini presidente-executivo da Abdib, participa hoje, dia 18 de setembro, do 3º Congresso Brasileiro da Indústria de Máquinas e Equipamentos, organizado pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), na sede da entidade, em São Paulo. Tadini será palestrante no primeiro painel, que abordará  o desafio da produtividade e das novas tecnologias no setor industrial.


14 de setembro. O Comitê de Iluminação Pública da Abdib discute, em reunião realizada na Abdib, riscos para a implantação de projetos e estratégias e ações da entidade para fomentar a estruturação de projetos e a viabilização de investimentos por meio de PPP no setor.


14 de setembro. Abdib promove reunião do Comitê de Transmissão de Energia para discutir impactos de mudanças em resoluções da Aneel e para avaliar o processo de modificação da regulação do setor elétrico proposta pelo Ministério de Minas e Energia.


O ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, afirmou nesta terça-feira (12) que o governo está concluindo o texto de uma medida provisória que vai permitir a mudança nos contratos de concessão de rodovias. Segundo o ministro, entre as medidas que a MP deve prever está a possibilidade de aumentar para até 14 anos o prazo para duplicação das rodovias. “As empresas que aderirem à nova medida provisória terão seus contratos reavaliados pela agência reguladora e reequilibrados. Esse reequilíbrio se dará ou por diminuição de prazo ou diminuição de tarifa. Cada caso é um caso”, disse o ministro após participar da abertura do Congresso Brasileiro de Rodovias e Concessões, em Brasília.

Fonte: G1 

O governo prevê levantar cerca de R$ 20 bilhões até o final do ano com 25 leilões de privatização e concessão, segundo disse nesta terça-feira (12) o secretário de coordenação de projetos Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Tarcísio Gomes de Freitas. “Devemos agregar mais R$ 20 bilhões de outorga até o final de dezembro e para o ano que vem a expectativa é que a gente faça outros 72 leilões com mais R$ 40 bilhões de outorga pelo menos”, disse o secretário a jornalistas após participar de encontro com investidores em São Paulo.

Fonte: G1

Em entrevista para a revista Mundo Corporativo, da Deloitte, o presidente-executivo da Abdib avalia evolução no ambiente de investimentos e o aproveitamento de fontes de financiamento disponíveis para financiar investimentos de infraestrutura. Venilton Tadini  defende mais racionalidade na escolha de projetos estruturantes e melhor equação para os riscos na estruturação dos empreendimentos.

Fonte: Revista Mundo Corporativo

A diferença entre teoria e prática nunca foi tão clara como no caloroso debate sobre a substituição da TJLP pela TLP. A implementação de um desajuste fiscal, que priorizou a redução das despesas com investimentos e, manteve os privilégios de segmentos abastados do setor público, colaborou significativamente para a queda dos investimentos da economia e o agravamento da crise econômica. De janeiro a junho de 2017, dados sobre a despesa do governo federal mostram que os investimentos foram reduzidos em R$ 11 bilhões.

Venilton Tadini é presidente-executivo da Abdib

O setor de iluminação pública se transformou no principal mercado na atualidade para investidores interessados em assumir a operação de serviços públicos por meio de parcerias público-privadas (PPPs). Há programas conduzidos por instituições de fomento e governos, em âmbito estadual e federal para ajudar a transformar o potencial do mercado em realidade. Mas é preciso dar atenção, também, às fontes de financiamento, à instituição da arrecadação específica e às estruturas de garantias, disse o presidente-executivo da Abdib, Venilton Tadini, no seminário PPP Fórum Ilumina Brasil, realizado dia 30 de agosto, em São Paulo.


31 de agosto. Igor Rocha, diretor de Economia e Planejamento da Abdib, participa do evento InfraInvest: Infraestrutura Sustentável no Brasil, na FGV, no Rio de Janeiro, uma iniciativa do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), com apoio da Fundação Getúlio Vargas, para discutir como alavancar financiamento para o desenvolvimento de infraestrutura sustentável diante dos compromissos brasileiros com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.