LeftRight

A Abdib convida para o diálogo “Os negócios no setor saneamento (água e esgoto): tendências e oportunidades”. O encontro está programado para 2 de agosto, entre 10h00 e 11h30, na sede da Abdib, localizada na Praça Monteiro Lobato, 36 – Butantã – São Paulo. A palestra será ministrada pelo professor Frederico Turolla, coordenador do Curso de Negócios em Saneamento: Água e Esgoto do EduCorp, programa de educação corporativa da Abdib (EduCorp). Inscrições até 28/07/2017 pelo e-mail anaclaudia@abdib.org.br.


Devido à deterioração do quadro fiscal, taxa caminha para o menor patamar desde 2003. Quadro é resultado da deterioração fiscal. Integrantes de pastas ligadas à infraestrutura relatam falta de dinheiro até para despesas de custeio, como aluguéis.

Fonte: O Globo


As concessões de rodovias leiloadas pela ex-presidente Dilma Rousseff entre 2013 e 2014 terão prazo de 14 anos para concluir as obras de duplicação, em vez dos cinco originalmente fixados nos contratos. A mudança consta de medida provisória que o governo está elaborando. Como contrapartida ao prazo dilatado, as concessionárias terão os contratos encurtados. O plano inicial do governo era reduzir as tarifas de pedágio. No entanto, isso criaria dificuldades para o fluxo de caixa das empresas.

Fonte: Valor Econômico

As concessionárias de rodovias federais amargam uma intrincada lista de problemas. Apesar de cada empresa ser um caso particular e muitas serem vítimas das próprias decisões equivocadas, especialistas em infraestrutura apontam dois traços em comum no imbróglio: solução dos entraves depende do poder público e sua protelação custa caro.

Fonte: O Estado de S. Paulo

Estudos realizados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) para a Associação Brasileira de Empresas de Tratamento de Resíduos (Abetre) e para o Sindicato das Empresas de Limpeza Urbana no Estado de São Paulo (Selur) demonstram os desafios econômicos e financeiros para a implantação e operação de diversas alternativas para o gerenciamento adequado dos resíduos sólidos.


A quarta reunião do Comitê de Iluminação Pública da Abdib, criado para fomentar o desenvolvimento de PPPs no setor, contou com a presença de quase 40 pessoas. O objetivo do comitê é fomentar o investimento privado na infraestrutura de iluminação pública municipal por meio de contratos de parcerias público-privadas (PPP), com enorme potencial para redução do consumo de energia e melhora significativa da eficiência na operação e na prestação de serviços aos cidadãos.


20 de julho. Abdib promove reunião do Comitê de Iluminação Pública para discutir oportunidades de investimento e riscos de execução de contratos no mercado de PPPs municipais. O encontro conta com participação especial de Rodrigo Reis, sócio-diretor da Radar PPP.


20 de julho. Integrantes do Comitê de Geração de Energia da Abdib analisam, em reunião realizada na sede da Abdib, detalhes da nota técnica proposta pelo Ministério de Minas e Energia para aperfeiçoar o margo regulatório do setor elétrico.


Reduzidos os índices de conteúdo local das rodadas deste ano, a Agência Nacional de Petróleo (ANP) pretende flexibilizar também a exigência de nacionalização de bens e serviços prevista em contratos vigentes, assinados desde 2005. A medida, válida para concessões, áreas da cessão onerosa e para o campo de Libra, na Bacia de Santos, faz parte do processo de regulamentação do “waiver” (pedido de perdão pelo não cumprimento dos índices de conteúdo local), pleito antigo das petroleiras.

 

Fonte: Valor Econômico

O presidente-executivo da Abdib, Venilton Tadini, defendeu que questões pontuais como a gestão do Pedefor e as regras de conteúdo local sejam discutidas e definidas em uma política industrial mais ampla para o país, envolvendo o setor de petróleo e gás e conciliando as medidas com a política macroeconômica, sobretudo com as taxas de juros e câmbio.


Em reunião com cerca de 30 empresários, o secretário de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis do Ministério de Minas e Energia, Márcio Félix Carvalho Bezerra, listou programas e medidas em curso no Ministério de Minas e Energia para impulsionar o desenvolvimento dos segmentos de exploração e produção, gás natural, refino e biocombustíveis.

 


17 de julho. Os integrantes do Comitê de Petróleo e Gás da Abdib realizam reunião com o secretário de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis do Ministério de Minas e Energia, Márcio Félix Carvalho Bezerra, na sede da entidade, em São Paulo, para debater assuntos como reformas regulatórias no momento de abertura do mercado, estímulo para harmonizar regulações estaduais e federal, desenvolvimento da demanda por gás natural e sinergia entre setores elétrico e de gás.


Terá início em 15 de agosto o curso de Aperfeiçoamento em Gestão e Operação Portuária promovido pelo EduCorp, programa de educação corporativa da Abdib. A iniciativa é resultado de uma parceria entre o programa e o CILIP – Centro de Inovação em Logística e Infraestrutura Portuária da USP, referência de ensino e pesquisa na área de portos e ambiental.


Abdib recebeu o diretor-presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), Vicente Andreu Grillo, para conhecer e discutir os aspectos do Projeto Legado – Desafios e Propostas para a Gestão das Águas no Brasil, um conjunto de propostas pontuais para aperfeiçoamento da Política Nacional de Recursos Hídricos (PNRH) e do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos (SINGREH).