nov
07

2017

Inscrições abertas para 8º Fórum Mundial da Água 2018 em Brasília

198 likes Seção: DESTAQUE


Estão abertas as inscrições para o 8º Fórum Mundial da Água, o maior evento do planeta sobre o tema, que acontecerá em Brasília, entre os dias 18 e 23 de março de 2018. O Fórum transformará Brasília na capital mundial da água e deverá receber mais de 60 chefes de Estado, além dos maiores especialistas internacionais relacionados ao tema.

Para se inscrever, clique aqui. O passe que dá direito a todos os painéis tem o valor de R$ 1.138,00 (R$ 455,00 para estudantes). A participação por três dias custa R$ 680,00 (R$ 280,00 para estudantes). Há ainda a opção do passe diário, por R$ 350,00 (R$ 140,00 para estudantes).

“Compartilhar a água” é o tema central da oitava edição do evento, que reúne representantes de governos, academia, sociedade civil, empresas públicas e privadas e organizações não governamentais de diversos países.

A programação durante a semana do Fórum prevê mais de 200 debates, além de atividades educativas, informativas e culturais.

Sediado pela primeira vez no Hemisfério Sul, o Fórum Mundial da Água é um espaço de diálogo e intercâmbio de experiências e boas práticas relacionadas ao uso da água, considerada pela ONU (Organização das Nações Unidas) um direito fundamental da humanidade.

A novidade da edição brasileira será a Vila Cidadã, um espaço gratuito e aberto a toda população, que contará com arena de debates, exposições, palestras, cinema, artesanato, talk shows e espaço gourmet.

A Vila será montada no Estádio Nacional Mané Garrincha, próxima ao local dos debates, o Centro de Convenções Ulysses Guimarães. São esperados 40 mil visitantes durante o período do evento.

O foco na sustentabilidade alinha o Fórum com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável para água potável e saneamento (ODS-6), agenda definida pela ONU, que propõe metas a serem atingidas globalmente até 2030.

O evento – O Fórum Mundial da Água acontece a cada três anos e é uma iniciativa do Conselho Mundial da Água, uma organização internacional com sede em Marselha, França, composta por representantes de governos, academia, sociedade civil, empresas e organizações não governamentais, formando um significativo espectro de instituições relacionadas com o tema água.

De acordo com o diretor executivo do 8º Fórum, Ricardo Andrade, que é governador do Conselho Mundial da Água, o evento é uma oportunidade única de mostrar ao mundo o que o Brasil tem feito em relação ao tema. “O assunto central do evento, ‘Compartilhando Águas’, significa trocar experiências entre países, boas práticas e soluções adequadas”, disse. “Pretendemos mostrar como nosso país faz gestão de recursos hídricos e como podemos fornecer alternativas capazes de garantir a segurança hídrica em outras regiões”, completou.

Andrade ressalta que um dos objetivos do Fórum é promover o engajamento da sociedade, dos gestores e do poder público. “Temos uma parcela da população que não participa desse processo e que precisa estar envolvida nele. O evento, acima de tudo, traz educação e consciência ambiental”, pontuou.

O evento é organizado pelo Conselho Mundial da Água (WWC), pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), representado pela Agência Nacional das Águas (ANA), e pelo Governo do Distrito Federal, representado pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal (Adasa). A Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (Abdib) é integrante do Comitê Organizador Nacional (CON).

As sete edições anteriores do evento foram realizadas em Marrakesh (Marrocos, 1997), Haia (Holanda, 2000), Kyoto (Japão, 2003), Cidade do México (México, 2006), Istambul (Turquia, 2009), Marselha (França, 2012) e Gyeongju e Daegu (Coréia do Sul, 2015)