fbpx
Curso Regulação Econômica
Início NOTÍCIAS DO DIA

NOTÍCIAS DO DIA

Serviço de curadoria produzido todas as manhãs no qual é apresentado um resumo das principais notícias sobre infraestrutura publicadas em jornais, agências de notícias e demais veículos de imprensa brasileira, com links para o conteúdo original.

Mais geração eólica do que hídrica no Nordeste

Rafael Kelman, da PSR Consultoria, acredita que as térmicas mais caras terão de ser acionadas caso a situação da região não melhore, principalmente a partir de dezembro, quando começa o período das chuvas. Segundo Kelman, apesar do nível baixo, a usina de Sobradinho é obrigada a liberar 900 metros cúbicos de água por segundo, e estão chegando ao seu reservatório só 300 metros cúbicos por segundo. Ou seja, ele está se esvaziando lentamente. (trecho de reportagem)
 
Fonte: O Globo

Queda do petróleo afeta reformas do México

Desvalorização da commodity deve reduzir ganhos esperados com a abertura de alguns setores da economia do país para empresas privadas.
 
Fonte: Valor Econômico     

AES Tietê reduz emissão de debêntures para R$ 440 milhões

A AES Tietê publicou ontem aviso ao mercado referente a uma oferta de debêntures, no montante de pelo menos R$ 440 milhões. O valor é menor que os R$ 600 milhões pretendidos inicialmente pela companhia.
 
Fonte: Valor Econômico

Desafio é mudar para energia “nova e limpa”, diz Braga

“Contratamos 15 mil MW de térmicas de baixo rendimento. Nosso desafio, agora, é ver como descontratar esses 15 mil MW e mudar para energia nova, limpa, barata e moderna para que o nosso sistema elétrico brasileiro seja competitivo em termos internacionais.” Foi assim, referindo-se à substituição das térmicas a óleo que sujam a matriz brasileira e emitem gases-estufa, que o ministro Eduardo Braga, de Minas e Energia, iniciou palestra em evento sobre clima, em São Paulo.
 
Fonte: Valor Econômico

Elevado a bom pagador, Haddad busca US$ 1 bi

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT-SP), autorizou a negociação de pedidos de financiamentos no valor total de US$ 1 bilhão, principalmente para obras de drenagem e assentamento, que deverão beneficiar principalmente a população da periferia.
 
Fonte: Valor Econômico   

Paris vai servir água de torneira na CoP 21

Os milhares de participantes da Conferência do Clima das Nações Unidas, a CoP 21, em Paris, serão incentivados pelo governo francês a beber água de torneira. No total, 36 mil cantis de plástico ecológico serão oferecidos, inclusive aos líderes dos 195 países presentes, para evitar a utilização de dois milhões de copos descartáveis. Os recipientes poderão ser abastecidos nas dezenas de bebedouros instalados especialmente para o evento, que ocorre de 30 novembro a 11 de dezembro.
 
Fonte: Valor Econômico

Analistas preveem prejuízo médio de R$ 806 milhões para Petrobras

Analistas do mercado financeiro estão divididos sobre o resultado financeiro que da Petrobras trará hoje depois do fechamento do mercado referente ao terceiro trimestre. As previsões para as demonstrações do balanço da estatal variam de um prejuízo de R$ 4,16 bilhões, esperado pelo Grupo Bursátil Mexicano (GBM), a um lucro de R$ 1,38 bilhão, na previsão do Deutsche Bank.
 
Fonte: Valor Econômico

Reforma da diretoria sai em 2016

O desenho da reestruturação do comando da Petrobras deve ser concluído e começar a ser implementado no primeiro trimestre de 2016, disse ontem o professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e membro do conselho de administração da estatal, Segen Estefen. Segundo ele, a expectativa é que haja um corte “grande” no número de cargos gerenciais na companhia.
 
Fonte: Valor Econômico

Preços do petróleo fecham em queda

Os preços do petróleo fecharam em queda pela quinta sessão consecutiva, depois de o American Petroleum Institute (API) estimar que os estoques americanos de petróleo bruto tiveram crescimento de 6,3 milhões de barris na semana passada. Na Nymex, os contratos de petróleo bruto para dezembro fecharamaUS$42,93porbarril, nível mais baixo desde 27 de agosto, com queda de US$ 1,28 (2,90%).
 
Fonte: O Estado de S. Paulo

Plano vai recuperar pontes e viadutos

Além do pavimento e da sinalização das rodovias não concedidas, o governo quer relançar nos próximos meses um programa que visa recuperar obras de arte especiais (OAEs), termo usado na engenharia para denominar pontes, viadutos e túneis. Chamado de ProArte, o programa foi criado em 2011, mas não deslanchou. Atualmente, há cerca de 500 OAEs cadastradas pelo Dnit, das quais 170 estão no nível de “pré-colapso”.
 
Fonte: Valor Econômico

Mapa de novas concessões tem 10 mil km

O governo identificou potencial de concessão à iniciativa privada em pelo menos 10 mil quilômetros de rodovias, hoje administradas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, o Dnit. O diagnóstico faz parte de um amplo trabalho de remodelagem dos contratos de manutenção e conservação da malha federal.
mapa concessões
 
Fonte: Valor Econômico

Senado aprova MP que reduz disputas judiciais

O Senado aprovou ontem a Medida Provisória que instituiu o Programa de Redução de Litígios Tributários (Prorelit) e restabeleceu a obrigação de os contribuintes apresentarem ações de planejamento tributário à Receita Federal, artifícios encontrados na legislação para pagar menos impostos. O Prorelit permite que empresas quitem débitos tributários vencidos até 30 de junho de 2015 usando créditos de prejuízos fiscais.
 
Fonte: O Estado de S. Paulo         

Cesp pode ficar de fora de leilão de usinas hidrelétricas

O presidente da Cesp, Mauro Arce, disse ontem que, a poucos dias da definição dos consórcios participantes do leilão de 29 usinas hidrelétricas que serão relicitadas, a estatal paulista ainda não encontrou alternativas para ingressar na disputa.
 
Fonte: O Estado de S. Paulo

Leilão de reserva deve ter interessados em eólicas

O leilão de energia de reserva que acontece amanhã deve ter interesse de projetos de energia eólica, afirmou Elbia Gannoun, presidente da Associação Brasileira de Energia Eólica (Abeeólica).
 
Fonte: Valor Econômico

Lucro da CPFL Renováveis cresce no trimestre

A CPFL Renováveis teve seu primeiro lucro do ano no terceiro trimestre, refletindo o crescimento da capacidade instalada em operação e a redução do efeito do déficit de geração hídrica (medido pelo fator GSF, na sigla em inglês).
 
Fonte: Valor Econômico      
INSCREVA-SE NA NOSSA LISTA DE CONTATOSANÁLISE E INFORMAÇÕES EXCLUSIVAS SOBRE A INFRAESTRUTURA BRASILEIRA

Economistas especializados em infraestrutura, notícias do setor e novas oportunidades.