Início NOTÍCIAS DO DIA

NOTÍCIAS DO DIA

Um resumo das principais notícias sobre infraestrutura e indústrias de base publicadas em jornais e agências de notícias

Paulo Roberto deixa presidência da Light

Foi anunciada ontem, durante reunião da diretoria da Light, a saída de Paulo Roberto Pinto da presidência da distribuidora de energia do Rio. Segundo fontes e pessoas próximas ao executivo, o afastamento de Paulo Roberto teria sido causado pelo desgaste político com a Cemig, estatal do governo de Minas Gerais que é a controladora da distribuidora carioca.

 

Fonte: O Globo

Custo extra na energia será mantido em dezembro

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou ontem que a bandeira tarifária nas contas de luz continuará vermelha em dezembro. Com isso, foi confirmado que os brasileiros passarão o ano inteiro pagando um custo extra nas contas, que reflete a situação crítica dos reservatórios das hidrelétricas e o uso mais intenso das termelétricas, que fornecem energia mais cara. Atualmente, o custo da bandeira vermelha é de R$ 4,50 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.

 

Fonte: O Globo

Lei para acelerar licenças ambientais em Minas Gerais é criticada

Representantes do Ministério Público e de entidades ambientalistas criticaram a aprovação de projeto de lei proposto pelo governador de Minas, Fernando Pimentel (PT), para acelerar a concessão de licenças ambientais  – inclusive para mineradoras. Ele foi aprovado pela Assembleia Legislativa nesta quarta (25), 20 dias após a tragédia com uma barragem da Samarco em Mariana (MG).

Lei MG

Fonte: Folha de S. Paulo

Licenciamento ambiental ‘a jato’ avança no Congresso

Uma mudança polêmica no rito do licenciamento ambiental de grandes obras de infraestrutura começou a dar passos concretos no Congresso Nacional. A Comissão Especial do Desenvolvimento Nacional aprovou na terça-feira, por sete votos a dois, o projeto de lei que institui o chamado “licenciamento ambiental especial”.

 

Fonte: O Estado de S. Paulo

Ministro faz pressão e Funai libera linhão

Depois de ser alvo de forte pressão exercida pelo ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, a Fundação Nacional do Índio (Funai) jogou a toalha e deu aval para que seja construída a polêmica linha de transmissão entre as cidades de Manaus (AM) e Boa Vista (RR).

 

Fonte: O Estado de S. Paulo

Setor aéreo tem pior outubro em 13 anos

Retração de 5,74% foi a maior para o mês desde 2002; no longo prazo, porém, País deve registrar o 5º maior crescimento do mercado global.

 

Fonte: O Estado de S. Paulo

Estaleiro Brasfels demite 2 mil empregados

A indefinição sobre o futuro da Sete Brasil, responsável pela construção de sondas de perfuração para a Petrobrás, provoca uma nova onda de demissões na indústria naval, com o desligamento de dois mil funcionários até dezembro no estaleiro Brasfels, em Angra dos Reis (RJ).

 

Fonte: O Estado de S. Paulo

Leilão reduz caixa de distribuidora

Algumas distribuidoras de energia podem ter de solicitar à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) revisão tarifária extraordinária no início de 2016 para compensar o efeito negativo do custo da energia contratada no leilão de 29 usinas existentes, na quarta­-feira.

Escassez de água afeta fabricante de celulose

Há algum tempo o risco de desabastecimento de água está no foco de atenção da indústria brasileira de celulose e papel, que utiliza o recurso natural em seu processo produtivo. Tanto internamente quanto nas mesas de debate da Ibá, associação que representa o setor de base florestal no país, esse é um assunto recorrente na agenda da indústria.

Petróleo de xisto dos EUA está em xeque

A engenhosidade e o dinheiro fácil que permitiram que as petrolíferas americanas continuassem extraindo petróleo mesmo com os preços despencando parecem estar se esgotando com o preço do barril nos Estados Unidos se aproximando da marca de US$ 40.

 

Fonte: Valor Econômico

Copel e Cemig recorrem a bancos para pagar outorga

A estratégia do governo de convencer bancos nacionais, privados e público, a viabilizar a participação de empresas de energia no leilão de quarta­-feira tem mostrado resultado. Duas vencedoras do certame, Cemig e Copel, estão em negociações com as instituições financeiras para honrar o pagamento da primeira parcela do bônus de outorga cobrado das concessões arrematadas na disputa.

 

Fonte: Valor Econômico

Paulo Roberto anuncia hoje saída do comando da Light

O presidente da Light, distribuidora que atende a região metropolitana do Rio de Janeiro, Paulo Roberto Pinto deve anunciar hoje sua saída do cargo. O Valor apurou que ele deverá ser substituído por Ana Marta Horta Veloso, diretora estatutária da Equatorial Energia. Ela, que atualmente integra o conselho de administração da Light, deve assumir o cargo até o fim do ano.

 

Fonte: Valor Econômico

ONS prevê queda de 1,9% no consumo de energia

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) prevê redução do consumo de energia em 2015 de 1,9% e não de 3,5%, como informado. Na verdade, o recuo de 3,5% refere-se ao consumo no subsistema Sudeste/Centro-Oeste, principal mercado do país.

 

Fonte: Valor Econômico

Presidente da Cemig afirma que não vai aderir ao acordo de repactuação do risco hidrológico

O presidente da Cemig, Mauro Borges, afirmou que a empresa não deve aderir ao acordo proposto pelo governo federal que trata do chamado risco hidrológico. “A Cemig, enquanto holding, e a Cemig Geração e Transmissão, possivelmente não vão aderir porque já têm um hedge. Desde o primeiro momento, a Cemig trabalhou a questão do déficit hidrológico de tal forma que pudesse criar defesas para operar no estresse da restrição hídrica”, disse.

 

Fonte: Valor Econômico

Aéreas veem estagnação do mercado até 2017

A recessão econômica e a desvalorização do real ante o dólar vão manter o crescimento da aviação travado até início de 2017, projetam as empresas do setor, que já decidiram encolher a oferta de voos e adiar investimentos.

 

 

Fonte: Valor Econômico