Início NOTÍCIAS DO DIA

NOTÍCIAS DO DIA

Um resumo das principais notícias sobre infraestrutura e indústrias de base publicadas em jornais e agências de notícias

Venda de Tucuruí reduzirá em 70% receita da Eletronorte

Uma eventual decisão do governo de vender a hidrelétrica de Tucuruí como parte do processo de privatização da Eletrobras vai reduzir a receita da Eletronorte em 70%. O contrato de concessão da usina vence em 2024 e deve render nos próximos cinco anos para a estatal mais do que a receita da operação por 30 anos do empreendimento, caso ele fosse incluído no regime de cotas.

Agência Epbr

Copel estuda disputar usinas eólicas da Eletrobras

A paranaense Copel vai estudar a possibilidade de disputar a compra de participações em parques eólicos que serão colocadas à venda pela Eletrobras. A estatal federal planeja iniciar em junho o processo de venda de participação em 45 sociedades de propósito específico (SPEs), a maioria de geração de energia eólica.

Valor Econômico 

Equipe econômica quer reduzir subsídios na conta de luz

A equipe econômica pretende ampliar a agenda de revisão de subsídios para incluir em sua mira benefícios bancados por meio da conta de luz, que foram turbinados durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff, mas nunca revertidos. Só no ano passado, esses incentivos drenaram R$ 19,2 bilhões dos consumidores, um valor 262% maior que em 2007, já descontada a inflação do período.

O Estado de S. Paulo 

CPFL quer precificar ‘follow-on’ antes de IPO da Neoenergia

A empresa de energia CPFL Energia quer definir o preço de sua oferta subsequente de ações (“follow-on”) ainda na primeira semana de junho, segundo fontes próximas à operação. A companhia fará oferta no Brasil e nos Estados Unidos, conforme registro já pedido à reguladora americana Securities Exchange Commission (SEC).

Valor Econômico 

Infraero planeja vender todos os aeroportos até 2022

A Infraero trabalha com um cenário de reestruturação que inclui a venda das participações nas concessionárias aeroportuárias constituídas no governo Dilma Rousseff e perda de controle de terminais restantes que serão leiloados até 2022. A presidente da empresa, Martha Seillier, disse ontem que a estratégia é tocada com aval do governo, que chegou a ameaçar encerrar as atividades da estatal ao concluir o plano de concessão.

Valor Econômico 

Editorial: Para economia sair do ‘fundo do poço’ governo precisa agir

A economia caminha para a estagnação e o PIB do primeiro trimestre pode ser negativo, pelo recuo insistente da indústria, que pode ser contrabalançado pelo desempenho dos serviços (63% do PIB) no período. Nos 12 meses encerrados em março, o setor avançou 1,1%, ainda que mostrando os contrastes da situação econômica. Os serviços prestados à família subiram 4,4% e os de tecnologia de informação, 9,2%. Mas com a retração das atividades industriais, os serviços correspondentes recuaram, como os de transporte, armazenagem e correios (-1,6% no acumulado até março, em volume).

Valor Econômico 

Sem privatização, Eletronorte devolve Tucuruí em 2024

Sem uma mudança relevante no marco regulatório do setor, a estatal Eletronorte prefere continuar explorando a usina hidrelétrica de Tucuruí (PA) nas bases atuais até o fim de sua concessão e devolvê-la à União em 2024. A alternativa de pedir prorrogação antecipada do contrato por mais 30 anos, aderindo ao regime de cotas, é vista como desfavorável.

Valor Econômico 

Privatização da Eletrobras fica para 2020, afirma Mourão

O presidente em exercício, Hamilton Mourão, tratou ontem do processo de privatização da Eletrobras com um grupo de representantes de sindicatos do setor elétrico. Aos participantes Mourão sinalizou que o tema ficará para o próximo ano e será debatido com os trabalhadores da estatal, a sociedade e o Congresso Nacional. “O vice disse que essa discussão sobre o processo de privatização da Eletrobras não está na pauta do dia”, afirmou Emanuel Torres, diretor do Coletivo Nacional dos Eletricitários (CNE) no Rio. Ele participou da reunião na tarde de ontem, em Brasília.

Valor Econômico 

Em NY, governador do RS tenta atrair empresários com pacote de privatizações

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, aproveitou de sua fala nesta quarta-feira (15) em conferência do Itaú em Nova York para tentar atrair investidores estrangeiros ao estado. Com o objetivo de melhorar as contas gaúchas, Leite citou à Folha planos de privatizações, concessões e investimentos que, juntos, podem chegar a R$ 9 bilhões.

Folha de S. Paulo 

Energia limpa e sustentável ganha frente parlamentar

Será lançada hoje a Frente Parlamentar Mista de Energia Limpa e Sustentável. O evento será realizado às 10 horas, no Salão Nobre. Está prevista a presença do ministro de Minas e Energia, do almirante de esquadra Bento Albuquerque, e de representantes de entidades ligadas à área de produção de energia, além de deputados e senadores de todos os estados.

Agência Câmara de Notícias 

Itaipu: Brasil tem capacidade para compensar aumento da demanda do Paraguai

O aumento da demanda por energia do Paraguai vai reduzir os montantes que o Brasil poderá importar da produção da usina de Itaipu. A EPE estima que a partir de 2023, a demanda paraguaia por energia deve crescer a uma taxa de 5% ao ano, mas o sistema elétrico brasileiro consegue absorver essa redução na oferta com tranquilidade.

Agência Epbr 

Guedes divide com o Congresso responsabilidade de reativar economia

O ministro da Economia, Paulo Guedes, dividiu ontem com o Congresso a responsabilidade de reativar a economia, que anda em marcha lenta. Durante audiência na Comissão Mista de Orçamento (CMO), Guedes confirmou que o governo já projeta que o Produto Interno Bruto (PIB) crescerá só 1,5% este ano —estimativa bem menor que os 2,2% anteriormente previstos. E acrescentou que a reversão desse quadro depende da aprovação de medidas que passarão pelo crivo do Legislativo, principalmente a Paulo Guedes, reforma da Previdência.

O Globo 

Aneel estuda PLD com dois limites teto

A Agência Nacional de Energia Elétrica abrirá nas próximas duas semanas a audiência pública sobre a metodologia de definição dos limites do PLD. A ideia é de ter o novo formato aprovado até o final de julho e colocado em vigência a partir de janeiro de 2020. Entre as ideias que podem entrar na Nota Técnica do tema está uma possível adoção de dois limites de preços para o principal indicador do mercado de curto prazo.

Canal Energia 

Prefeitura prevê Parque Minhocão pronto em 600 dias e impactos de trânsito até na Av. Paulista

Ainda cercado de incertezas, começa a caminhar nesta quarta-feira, 15, o projeto da Prefeitura de São Paulo de transformar o Elevado Presidente João Goulart, o Minhocão, em um parque suspenso. A gestão Bruno Covas (PSDB) publicou um caderno de 158 páginas com diagnóstico dos problemas da área e algumas sugestões para resolvê-los, e abriu uma consulta pública para ouvir a população sobre como fazer o projeto final. A proposta, aberta, dá um cronograma de entrega do parque daqui a exatos 591 dias, em 25 de novembro do ano que vem. As obras viárias teriam início em 1º de novembro e terminariam em 9 de fevereiro de 2020. O custo da desativação do complexo viário, instalação do parque e de algumas obras de mitigação dos possíveis impactos foi orçado em R$ 36,3 milhões.

O Estado de S. Paulo

Desafios para extrair valor dos negócios e crescer com inovação

O grupo Votorantim vai avaliar, em países de economia desenvolvida, investir em energia renovável – “estão, tecnologicamente, cinco anos a nossa frente” – e até em projetos de real estate (“cenário mais estável”). “Os EUA, onde estamos em cimento, tem a pujança do mercado de capitais. Vale estar lá”, diz Miranda. No Brasil, o foco está definido: energia renovável, mercado imobiliário e ativos selecionados na área de infraestrutura.

Valor Econômico