Podcast Infra para Crescer
Início NOTÍCIAS DO DIA

NOTÍCIAS DO DIA

Serviço de curadoria produzido todas as manhãs no qual é apresentado um resumo das principais notícias sobre infraestrutura publicadas em jornais, agências de notícias e demais veículos de imprensa brasileira, com links para o conteúdo original.

Triunfo tenta ‘arrumar a casa’ e voltar a crescer

Há cerca de dez anos, a Triunfo Participações e Investimentos (TPI) conquistava a concessão do aeroporto de Viracopos (SP), e se preparava para fazer novos investimentos no setor de infraestrutura. De lá para cá, o grupo viu seus planos de expansão darem lugar a imbróglios judiciais intermináveis e reestruturações de dívidas conturbadas. Entre ativos vendidos, concessões que chegaram ao fim e contratos em processo de devolução, o portfólio da companhia vem minguando. Por outro lado, o grupo tem conseguido firmar acordos com credores, obtido decisões judiciais favoráveis e começa a falar novamente sobre novos negócios.

Valor Econômico

 

Sem concorrentes e com lance de R$ 558 milhões, Petrobras arremata principal terminal portuário em Santos

Sem concorrentes, a Petrobras foi a vencedora do leilão de portos realizado na manhã desta sexta-feira pelo governo federal por meio da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) na B3, em São Paulo. Com um lance de outorga de R$ 558 milhões, a estatal levou um dos principais terminais de combustíveis no Porto de Santos (STS 08A), litoral paulista. A outorga mínima prevista no edital era de R$ 1.

O Globo

Anatel vai reavaliar venda da Oi Móvel para rivais após pedido de anulação de decisão

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) informou nesta segunda-feira (7) que vai reavaliar a autorização para venda dos ativos móveis da operadora Oi, após um pedido de anulação ser protocolado na agência reguladora. A anuência prévia à venda dos ativos às rivais TIM, Claro e Vivo foi dada, por unanimidade, em reuniões extraordinárias da agência realizadas em 28 e 31 de janeiro.

Folha de S.Paulo

Planos da distribuidora para vender fatia em Belo Monte

A Light está à espera da formação de um bloco de participação de outros acionistas na Norte Energia, dona da hidrelétrica de Belo Monte, para sair de vez do negócio e se concentrar no “core business”, contou ao Valor o diretor financeiro e de Relações com Investidores da companhia, Gisomar Marinho. A Light possui 2,5% de participação em Belo Monte e está em negociações com Cemig e Neoenergia para uma oferta conjunta das fatias das três empresas a eventuais interessados no negócio, como forma de obter atratividade.

Valor Econômico

Salesforce compra 280 mil MWh em créditos de geração de energia renovável

A desenvolvedora de software de gestão Salesforce comprou 280 mil megawatts-hora (MWh) em Distributed Renewable Energy Certificates (D-RECs), créditos de geração de energia renovável distribuída, em países como Índia, Brasil, África Subsariana e no sudeste da Ásia. O contrato foi fechado com a agregadora de energias renováveis Powertrust, e a expectativa é que a iniciativa permita US$ 65 milhões em investimentos em nova capacidade de geração solar fotovoltaica em mercados considerados não tradicionais para levar energia renovável a comunidades locais.

O Estado de S.Paulo

 

Lula: AGU vai à Justiça contra regra que encarece compra de ações da Eletrobras pelo governo

 O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que a Advocacia-Geral da União (AGU) vai entrar na Justiça contra cláusulas do processo de privatização da Eletrobras, chamado por ele de “leonino”. Lula citou a trava para reestatização da empresa, que exige o pagamento do triplo da maior cotação do papel alcançada em dois anos para fazer uma oferta pelas ações ordinárias. ”Se amanhã o governo tiver interesse de comprar as ações, as ações para o governo valem três vezes mais do que o valor normal para outro candidato. Foi feita uma quase bandidagem para que o governo não volte a adquirir maioria na Eletrobras”, afirmou o presidente em encontro com veículos da mídia independente. “Isso é uma coisa irracional, maquiavélica, que nós não podemos aceitar”.

O Estado de S.Paulo

Opep+ decide futuro do petróleo sob pressão de Rússia e EUA

Os países da Opep+ se preparam para adotar uma nova estratégia depois da pandemia de Covid-19 em sua reunião de quarta-feira (3), com todos os olhos voltados para como vão reagir diante do aumento dos preços do petróleo. Os representantes dos 13 membros da Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo), encabeçados pela Arábia Saudita, e seus dez sócios (Opep+), liderados pela Rússia, estão numa encruzilhada.

Folha de S.Paulo

Preços do petróleo sobem 6% em meio a alertas de escassez por menor oferta russa

Os preços do petróleo subiam 6% nesta quinta-feira (17), depois que a Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês) disse que o mercado poderia perder três milhões de barris por dia (bpd) de petróleo e produtos russos a partir do próximo mês. A alta também ocorre apesar da decisão do Federal Reserve de aumentar as taxas de juros.

Folha de S.Paulo

 

Bolsas europeias abrem em alta após temor com bloqueio de petróleo russo

As bolsas europeias abriram em alta nesta quarta (9), após um dia de tensão em relação ao esperado bloqueio às importações de petróleo e gás russo. Parte do mercado asiático também se recuperou, mas foi afetado por queda em Hong Kong. O preço do barril de petróleo, que já estava em alta em janeiro devido a preocupações com a oferta e expectativas de uma recuperação econômica global, disparou desde que a Rússia lançou sua invasão da Ucrânia em 24 de fevereiro. O petróleo custa, agora, aproximadamente o dobro do seu preço no início de dezembro.

Folha de S.Paulo

UE confirma gás e nuclear como energias sustentáveis

O Parlamento Europeu aprovou ontem uma resolução que coloca fontes de energia a gás e nuclear na lista de matrizes energéticas “limpas”. A decisão abre espaço para maiores investimentos privados nestas fontes, apesar de críticas de ambientalistas. A proposta foi feita pela Comissão Europeia, braço executivo da União Europeia (UE) no início do ano como parte de seus planos para atingir a neutralidade da emissão de carbono. Ambientalistas chamaram a medida de “greenwashing”.

Valor Econômico

Secretário de Economia Verde defende ‘metodologia brasileira’ para o mercado de carbono

O secretário de Economia Verde, Descarbonização e Bioindústria do Ministério do Desenvolvimento, Rodrigo Rollemberg, afirmou ao GLOBO que as discussões para a elaboração de um projeto de lei regulamentando o mercado de carbono no Brasil serão concluídas em meados de maio. A partir daí, será tomada uma decisão sobre a tramitação do texto no Congresso. Rollemberg, que é ex-governador do Distrito Federal, corrobora um estudo da Câmara de Comércio Internacional que estima ao Brasil receitas de até US$ 120 bilhões com créditos de carbono até 2030.

O Globo

Amapá tem novo corte no fornecimento de energia

O fornecimento de energia foi interrompido em 13 das 16 cidades do Amapá na tarde desta quarta (16), por nova queda no sistema de transmissão que conecta o estado ao resto do país. As causas ainda estão sendo apuradas. De acordo com o ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico), o desligamento ocorreu às 16h05, no trecho da linha de transmissão entre Laranjal do Jari (AP) e a capital Macapá. O restabelecimento foi iniciado às 16h21 e concluído às 17h59.

Folha de S.Paulo

Manifesto critica projeto que subsidia geração distribuída

Especialistas e executivos do setor elétrico, ambientalistas e economistas, entre outros atores, assinaram manifesto contra o Projeto de Lei 2.703/2022, de autoria do deputado Celso Russomanno (Republicanos-SP), que estende por um ano o prazo de aquisição de centrais de micro e minigeração distribuída (GD) – em grande maioria, sistemas fotovoltaico- com isenção das tarifas de distribuição e transmissão até 2045. O objetivo é suspender votação do PL, que tramita em regime de urgência na Câmara dos Deputados.

Valor Econômico

 

Prefeitura fará novo leilão de títulos para construção acima do limite na zona sul de SP

A Prefeitura de São Paulo vai realizar o segundo leilão do ano de Certificados de Potencial Adicional de Construção (Cepacs) da Operação Urbana Consorciada Água Espraiada. A oferta envolverá 160 mil títulos pelo valor unitário de R$ 3,2 mil, podendo movimentar, um total de R$ 514,2 milhões. O leilão ocorrerá no dia 24 de novembro, por meio de sistema eletrônico da B3, sob coordenação do banco BB Investimentos. O primeiro leilão dessa operação foi realizado em julho e teve 100% dos 160 mil Cepacs vendidos pelo valor de R$ 3,2 mil, o que na ocasião representou um ágio de 41,5%. É a partir daí que começarão os lances nesta próxima oferta.

O Estado de S.Paulo

 

Governo federal prevê rodovias liberadas no litoral de SP até o final de semana

O ministro dos Transportes, Renan Filho (MDB), prevê que até o final de semana já haja condições de trafegabilidade nas estradas do litoral norte de São Paulo. No momento, ainda há 16 pontos de interrupção parcial nas rodovias da região, causados pelos deslizamentos de terra decorrentes das chuvas em volume recorde. Em um primeiro momento, eram 14 pontos de interrupção parcial e dois de obstrução total.

Folha de S.Paulo