Início NOTÍCIAS DO DIA

NOTÍCIAS DO DIA

Um resumo das principais notícias sobre infraestrutura e indústrias de base publicadas em jornais e agências de notícias

Ministros recebem Porto do Açu para assinatura de contrato do terminal de GNL

Os ministros de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, participam de uma cerimônia no Ministério de Infraestrutura para assinatura do contrato referente ao Terminal de Uso Privado (TUP) do projeto de regaseificação do Porto do Açu, o TUP Gas Natural Açu. Está marcada para hoje, às 16h. — O Porto do Açu está desenvolvendo um hub de gás, que inclui a instalação de um terminal flutuante de regaseificação (FSRU) de GNL, integrado a uma usina termoelétrica UTE GNA I em fase de construção. Além da importação de GNL, os planos do Porto do Açu incluem a construção de instalações de processamento de gás e gasodutos para torna-se uma rota de escoamento de gás das bacias de Santos e Campos.

Agência Epbr 

Herança petista, PAC terá gestão desburocratizada

Dois decretos em reta final de elaboração pela Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (Sepec) prometem facilitar o empenho de recursos orçamentários em obras de infraestrutura listadas no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A ideia central dos decretos é diminuir a burocracia nos trâmites internos do governo e descentralizar as ações, dando celeridade ao remanejamento de verbas pelos ministérios setoriais responsáveis pelos projetos de investimentos.

Valor Econômico 

Chinesas se unem para disputar ponte de R$ 5,3 bilhões na Bahia

Duas gigantes chinesas da infraestrutura estudam entrar juntas na concorrência para construção e operação da ponte Salvador-Itaparica, entre os municípios baianos de Salvador e Vera Cruz em um traçado de 12,4 quilômetros. O conglomerado China Communications Construction Company (CCCC) e a construtora China Railway 20 Bureau Group (CR20) devem ser os únicos representantes da China a fazer proposta, apurou o Valor.

Valor Econômico 

Portos e Ferrovia Norte-Sul serão leiloados nos próximos 50 dias

O governo espera realizar leilões para concessões de dez terminais portuários e a ferrovia Norte-Sul nos 100 primeiros dias de governo, escreveu nesta segunda-feira (18) o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, em sua conta no Twitter. Esta segunda-feira marca o 49º dia do governo Bolsonaro.

Valor Econômico 

Mercado Aberto: Subsídio à luz de agricultores fará tarifa subir 2,1% em 5 anos

Se o subsídio ao consumo de luz elétrica aos produtores rurais for mantido, a tarifa dos demais clientes ficará 2,09% mais cara em cinco anos, de acordo com cálculos da Aneel (agência nacional de energia). No fim do ano passado, o governo regulamentou a progressão do fim do subsídio. O incentivo aos consumidores do campo vai terminar paulatinamente, até ser extinto em cinco anos. Os deputados da bancada ruralista apresentaram um projeto de lei para derrubar o decreto presidencial.

Folha de S. Paulo 

Mercado Aberto: De trem a ônibus

A fabricante de material ferroviário fluminense T’Trans investirá cerca de R$ 50 milhões em máquinas e software para poder construir vagões, segundo o sócio Sidnei Piva. “A companhia tinha atuado nesse segmento, mas o abandonou. Recriaremos a linha e já recebemos alguns dos equipamentos. Iniciaremos a operação em abril, na nossa planta em Três Rios (RJ)”, diz.

Folha de S. Paulo 

Petrobras investe em painéis solares flexíveis como forma de energia

A Petrobras trabalha com a perspectiva de entrar no mercado de produção e comercialização de uma nova geração de painéis solares flexíveis. Para isso, a empresa firmou com o Centro Suíço de Tecnologia e Microtecnologia Brasil (CSEM Brasil) cooperação para desenvolvimento de um composto para produção de células fotovoltaicas impressas e flexíveis. Os investimentos são de R$ 23,77 milhões ao longo de dois anos e meio. “Os painéis fotovoltaicos flexíveis são uma solução tecnológica interessante para o futuro da energia”, disse o gerente-geral de Pesquisa e Desenvolvimento em Refino e Gás Natural do Centro de Pesquisas da Petrobras (Cenpes), Oscar Chamberlain.

O Estado de S. Paulo 

Cade aprova venda de distribuidora da Eletrobras

O Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) deu aval à venda da distribuidora da Eletrobras Amazonas Energia ao consórcio Oliveria/Atem. A aquisição havia sido questionada, como mostrou o Folha, sob suspeita de que a venda poderia provocar concentração de mercado, já que as duas empresas que compõem o consórcio já atuavam no segmento de energia na região. A preocupação é que a Oliveira, principal fornecedor de geradores elétricos da distribuidora, pudesse fechar o mercado a partir do momento que passasse a ser controlador da distribuidora, contratante dos serviços —o que o grupo nega.

Folha de S. Paulo 

Piauí quer economizar R$ 7 milhões ao ano com PPP em energia solar

O governo do estado do Piauí estima economia de R$ 7 milhões por ano com a instalação de oito usinas para produção de enegia solar fotovoltaica, com capacidade instalada de 5 MW, nos municípios de Caraúbas, Miguel Alves, José de Freitas, Piracuruca, Cabeceiras e Canto do Buriti. As usinas fazem parte de um programa de Parceria Público-Privada para a implantação, operação e gestão de miniusinas de produção de energia fotovoltaica apresentado nesta semana pelo governador Wellington Dias para a Associação Brasileira de Energia Solar (Absolar) em evento na Fiesp.

Agência Epbr 

SP concederá 1,2 mil km de estradas no interior

O governo de São Paulo vai conceder um lote de 12 rodovias do oeste do Estado, que passarão a ter cobrança de pedágio. A concessão abrange uma malha de 1,2 mil quilômetros, ligando cidades como Presidente Prudente, Assis, Marília, Parapuã, Bauru, Brotas, Rio Claro, Limeira, Jaú e Sorocaba. Esse pacote inclui as rodovias SP-310 e SP-225, a Rodovia Washington Luís, que já é operada pela concessionária Cetrovias/Artéria e tem pedágio. As demais rodovias hoje são operadas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER). O plano, que já vinha sendo traçado pela Agência Reguladora dos Serviços Delegados de Transporte de São Paulo (Artesp), foi anunciado ontem pelo governador João Doria (PSDB) como a primeira concessão de sua gestão.

O Estado de S. Paulo 

Em meio à crise política, governo usa concessões em infraestrutura como agenda positiva

Em meio às dificuldades para aprovar a reforma da Previdência e à crise política que tomou conta do Palácio do Planalto, o governo alardeia as concessões em infraestrutura para criar agenda positiva. Nesta sexta-feira, 15, o presidente Jair Bolsonaro usou sua conta no Twitter para informar que, ao final de seus primeiros 100 dias à frente do governo, terá realizado 23 leilões de concessão. Foi um retuíte da informação, originalmente publicada pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. Nessa conta, estão 12 aeroportos que serão leiloados no dia 15 de março, dez terminais portuários dos quais quatro que serão oferecidos ao mercado no dia 22 e, no dia 28, a subconcessão de um trecho da Ferrovia Norte-sul.

O Estado de S. Paulo 

Barral sinaliza leilões de energia A-4 e A-6 em junho e setembro

O presidente da EPE, Thiago Barral, sinalizou que os leilões A-4 e A-6 de energia nova deverão acontecer em junho e setembro, respectivamente. Em entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira, 15 de fevereiro, Barral disse que espera a definição até março para que se trabalhe nas suas diretrizes. “Estamos animados, a expectativa é que tenhamos maior participação possível das fontes, mas a decisão é do Ministério de Minas e Energia”, afirma. A demanda ainda precisa ser definida pelas distribuidoras e a EPE trabalha com o cenário de crescimento de 2,3% no PIB, mas ele pode ser alterado. “Estamos trabalhando com sensibilidades, ao longo do primeiro trimestre temos um trabalho conjunto com CCEE e ONS de revisão dessas perspectivas”, avisa.

Canal Energia 

Shell compra empresa de sistemas de armazenamento de energia residencial

A Shell fechou a aquisição da empresa sonnen, que trabalho com sistemas inteligentes de armazenamento de energia para residências. A empresa vai se tornar uma subsidiária integral do grupo Shell e a estimativa da empresa é que o acordo acelerará a capacidade de oferecer serviços inovadores de energia integrada e soluções de carregamento de veículos elétricos, além da prestação de serviços de rede baseados no conjunto de baterias virtuais da sonnen. Um dos serviços, o sonnen Batterie, otimiza o uso de energia solar em uma residência e fornece energia durante a noite usando energia solar armazenada gerada durante o dia.

Agência Epbr 

Brasil tem maior potencial no mundo em biogás

A Associação Brasileira de Biogás e de Biometano (ABiogás) vai mostrar o potencial brasileiro na área no High-Level Workshop sobre Biogás, organizado pela Agência Internacional de Energia (EIA), que acontece na terça, 19, na França. Atualmente, o Brasil apresenta o maior potencial energético do mundo em biogás, com 84,6 bilhões de normal metro cúbico (Nm³) por ano entre saneamento (7%), resíduos sucroenergéticos (48%) e resíduos agroindustriais (45%). Esse potencial tem capacidade de suprir quase 40% da demanda nacional de energia elétrica ou substituir 70% do consumo de brasileiro de diesel.

O Estado de S. Paulo 

Artigo: Energia nuclear, desnecessária e economicamente inviável

A energia nuclear está de volta aos holofotes. O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, afirmou que o ministério estuda a “viabilidade econômica” de retomar as obras da usina de Angra 3 para inaugurá-la em 2026. A perspectiva é não só dar andamento a essa construção, como instalar até oito novas plantas no país nos próximos anos. Entretanto, o diálogo relativo ao tema deve levar em conta preocupações muito concretas da sociedade em relação ao projeto cujas obras estão paradas: os custos são excessivos e ele pode representar uma transferência de renda indevida dos consumidores de energia aos acionistas da Eletrobras, controladora da Eletronuclear, empresa responsável pela energia nuclear no país. (Por Clauber Leite)

Valor Econômico