fbpx
Podcast Infra para Crescer
Início NOTÍCIAS DO DIA

NOTÍCIAS DO DIA

Serviço de curadoria produzido todas as manhãs no qual é apresentado um resumo das principais notícias sobre infraestrutura publicadas em jornais, agências de notícias e demais veículos de imprensa brasileira, com links para o conteúdo original.

Contratos de 5G

As empresas vencedoras do leilão da quinta geração de serviço de telefonia móvel (5G) assinaram ontem, no Palácio no Planalto, os contratos para a oferta da nova tecnologia no país. As companhias, que arremataram licenças vão operar nas redes de radiofrequências de 700 megahertz (MHz), 2,3 gigahertz (GHz), 3,5 GHz e 26 GHz. São elas: Claro, Vivo, TIM, Algar, Sercomtel, Brisanet, Consórcio 5G Sul, Claud2U e Neko. O leilão envolveu R$ 47 bilhões – R$ 42 bilhões em contrapartidas de investimentos e R$ 5 bilhões em arrecadação para o Tesouro.

Valor Econômico

 

Elétron Energy compra Enercred e almeja 1 milhão de consumidores

A Elétron Energy, comercializadora e geradora de energia com sede em Recife (PE), comprou uma fatia majoritária na startup Enercred, que vende assinaturas de energia limpa ao consumidor final. Com a aquisição, a Elétron busca avançar no segmento de consumidores residenciais e comerciais de pequeno porte e alcançar presença nacional nos próximos anos. De acordo com o presidente da Elétron, André Cavalcanti, o plano é chegar a 1 milhão de consumidores em todo o país, com conta média mensal de luz de R$ 300, entre 2025 e 2026. Até essa data, a empresa planeja já ter investido R$ 1,6 bilhão em novos parques de geração solar, com potência conjunta de 400 megawatts-pico (MWp).

Valor Econômico

Governo finaliza nova MP de socorro ao setor elétrico

O governo finalizou o texto da nova medida provisória (MP) que deverá garantir mais um empréstimo bilionário para o setor elétrico honrar o pagamento de despesas da crise hídrica. Ao menos R$ 13 bilhões serão negociados junto aos bancos para cobrir custos com térmicas, contratos emergenciais e programas de redução da demanda. Integrantes do setor, ouvidos pelo Valor, avaliam que a crise atual deixa em aberto um rombo de R$ 17 bilhões para 2022.

Valor Econômico

Ultracargo planeja diversificar operação

A Ultracargo se prepara para expandir e diversificar sua operação. Hoje, a companhia de logística do grupo Ultra já opera terminais de granéis líquidos em sete portos do país. Nos próximos anos, a ideia é ampliar a capacidade dessas áreas e passar a movimentar outros tipos de carga, como grãos e fertilizantes, afirmou ao Valor o presidente da empresa, Décio Amaral. Estão no radar leilões portuários organizados pelo governo federal, além de possíveis Terminais de Uso Privado (TUPs). Dois ativos que serão estudados pela companhia são os terminais, no Porto de Santos, de grãos (STS 11) e fertilizantes (STS 53), cujas licitações estão, a princípio, previstas para o próximo ano.

Valor Econômico

A difícil descarbonização e suas implicações para o petróleo

O preço do petróleo superou, com folga, o nível pré-pandemia, abrindo brechas para discussões não usuais para quem acompanha o setor. Para alguns, o patamar reflete uma recuperação cíclica e, portanto, temporária, sendo a tendência secular ainda de queda com a transição energética. Para outros, já existe uma preocupação estrutural com a insuficiência de oferta de petróleo na busca de acelerar essa transição. O debate é acirrado, o que gera a construção de cenários díspares de longo prazo em que circulam projeções de preço muito acima e abaixo do corrente e uma das premissas que justifica esse desvio é o comportamento humano em endereçar o aquecimento global.

Valor Econômico

BNDES aposta em maior competição nos próximos leilões de saneamento

O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), que trabalha na montagem de novos leilões para concessão de serviços de saneamento básico, aposta que a decisão do Supremo Tribunal Federal que validou o novo marco legal do setor fará aumentar a competição entre empresas interessadas em investir na área. Os seis leilões coordenados pelo BNDES até agora atraíram a participação de 30 empresas. O estado do Amapá e a região metropolitana de Maceió (AL) receberam número maior de interessados do que os três blocos de municípios do Rio de Janeiro oferecidos ao setor privado neste ano.

Folha de S.Paulo

Bolsonaro assina contratos de 5G com operadoras

O presidente Jair Bolsonaro assinou, nesta terça-feira (7), os contratos de autorização das dez operadoras que venceram o leilão do 5G no início de novembro com a promessa de investirem R$ 42 bilhões para massificar a internet móvel no país. No entanto, durante o evento, que ocorreu no Palácio do Planalto, Bolsonaro falou pouco da nova tecnologia da telefonia e concentrou esforços em fazer elogios a seu governo.

Folha de S.Paulo

Post viral tem fotos reais de obra do governo federal na BR-116 no Ceará

São verdadeiras as imagens de obras em uma rodovia usadas em um post no Facebook que afirma se tratar de trecho da BR-116 no Ceará. As melhorias realmente foram feitas entre 2019 e 2021, durante o governo de Jair Bolsonaro (PL), pelo Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), autarquia ligada ao Ministério da Infraestrutura. Como verificado pelo Projeto Comprova, foram realizados trabalhos de tapa-buracos e recomposição da pista, entre outros, em 138 km dos mais de 500 km totais da rodovia federal no estado.

Folha de S.Paulo

Empresas querem mudar normas para ampliar receitas de PPPs de iluminação pública

Empresas contratadas nos últimos anos para modernizar a iluminação pública de várias cidades por meio de parcerias público-privadas estão se articulando para tentar mudar normas aplicadas aos projetos. O objetivo é aproveitar a infraestrutura dos parques de iluminação para oferecer mais serviços e assim aumentar suas receitas. A mobilização das empresas envolve ações no Congresso, nas prefeituras e em bancos oficiais que têm ajudado os municípios a pôr de pé as PPPs.

Folha de S.Paulo

Guedes descarta privatização da Petrobras ‘pelo menos neste primeiro governo’

O ministro da Economia, Paulo Guedes, descartou a privatização da Petrobras neste momento. A venda da estatal foi cogitada recentemente pelo presidente Jair Bolsonaro. Em evento nesta terça-feira, afirmou que desestatização não está na “lista” de empresas que devem ser vendidas, “pelo menos neste primeiro governo”, nas palavras dele. A venda da estatal de petróleo nunca chegou a ser anunciada oficialmente, mas nos últimos meses o próprio presidente Jair Bolsonaro citou essa possibilidade como resposta ao aumento do preço dos combustíveis.

O Globo

 

5G: Governo assina contratos com teles que venceram leilão e dá sinal verde para início da operação

O governo federal assinou nesta terça-feira, em cerimônia no Palácio do Planalto, os contratos com as empresas vencedoras do leilão do 5G. Com a formalização do resultado do leilão, as operadoras ganham um sinal verde para começar a ofertar a quinta geração de redes móveis a partir de agora. Até junho do próximo ano, todas as capitais do país deverão ter a tecnologia. De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o leilão movimentou R$ 47,2 bilhões, entre pagamentos ao Tesouro e investimentos obrigatórios.

O Globo

Energisa investe na diversificação dos negócios

A Energisa anunciou um plano de investimentos de R$ 29,5 bilhões para o período entre 2022 e 2026, o que representa um crescimento de 1,6 vez em relação ao quinquênio anterior (2017-2021). O aumento dos aportes objetiva a diversificação dos negócios. O setor de distribuição de energia, carro-chefe da empresa, continuará respondendo pela maior parte do orçamento, mas a companhia olha também para novos mercados, como o de geração de energia renovável e o de gás natural e biogás.

Valor Econômico

 

Investimento em transporte vai somar R$ 248 bi, prevê Abdib

Os investimentos públicos e privados em transportes e logística devem alcançar R$ 248,3 bilhões nos próximos cinco anos, segundo estimativas apresentadas pela Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (Abdib) na nova edição anual de sua plataforma de acompanhamento de projetos no setor. O Livro Azul de Infraestrutura, que terá sua versão 2021 lançada hoje pela entidade empresarial, consolida todos os projetos de concessões e parcerias público-privadas (PPPs) da União, dos 26 Estados e do Distrito Federal, além dos projetos nas capitais.

Valor Econômico

Governo descarta fracasso no pré-sal após mudanças

Depois de o governo ter patrocinado um conjunto de mudanças na oferta dos volumes excedentes da cessão onerosa, melhoraram as perspectivas de sucesso no leilão do pré-sal marcado para o dia 17, que oferecerá ao mercado os campos de Sépia e Atapu. Na primeira oferta, em 2019, não apareceram interessados nessas duas áreas. Desta vez, o Ministério de Minas e Energia confia que alterações nas regras afastam o risco de um novo “vazio” (ausência de propostas) nos dois campos da Bacia de Santos.

Valor Econômico

 

Energisa prevê investir R$ 14,5 bi em distribuição de energia em cinco anos

O grupo Energisa pretende investir R$ 14,5 bilhões no segmento de distribuição de energia até 2026, o que equivale a uma média de R$ 2,9 bilhões por ano, segundo o vice-presidente de redes, Gioreli Filho. Em reunião com analistas e investidores, o executivo afirmou que a distribuição de energia continuará como um importante pilar e ajudará a companhia no processo de expansão e diversificação dos negócios para outras áreas.

Folha de S.Paulo