Programa federal de investimentos públicos é tímido diante da necessidade

41

O presidente-executivo da Abdib, Venilton Tadini, elogiou o lançamento de programa federal para executar investimentos públicos em obras paralisadas, mas alertou que os valores envolvidos – cerca de R$ 40 bilhões em dois anos até 2018 – são baixos diante do desafio do país. Nos cálculos da Abdib, o Brasil deve investir 1,5% do PIB em infraestrutura em 2017, algo insuficiente até para repor a depreciação, o que demandaria 3% do PIB. (Rádio Jovem Pan – 8h39)

Tadini lembrou que é organizar recursos públicos para investimentos, pois o setor privado, sozinho, não conseguirá sustentar a retomada da economia no curto prazo. No ano que vem, Tadini avalia que é possível haver desempenho melhor do setor privado nos investimentos em infraestrutura. Mas pondera que o setor público precisa ampliar os aportes porque em setores como transportes e saneamento básico o Estado ainda detém participação grande. (Rádio Jovem Pan – 8h39)