LeftRight

Tag : Investimentos


A Anatel corre contra o tempo para que mais de mil procedimentos pactuados com as operadoras de telecomunicações, que originaram multas por descumprimento de serviços, comecem a prescrever a partir de janeiro de 2018. Em valores ainda não atualizados, as multas aplicadas pela agência até dezembro de 2016 atingem cerca de R$ 9,2 bilhões, segundo valores em negociação para serem trocados por investimentos, constantes em processo em andamento no TCU.

 

Fonte: Valor Econômico

Discretamente, a Algar Telecom vai expandindo territorialmente sua rede de telecomunicações. Com 33 mil km de fibras ópticas e mais 11 mil em construção, a empresa está se concentrando em um plano estruturado que selecionou o Nordeste como a próxima fronteira a transpor. No foco, a área empresarial (B2B), primeiramente os negócios de médio e grande portes, seguindo depois para as empresas menores. Por requerer muito investimento e infraestrutura, o varejo fica fora dessa fase de crescimento.

 

Fonte: Valor Econômico

O decreto prometido pelo governo para desburocratizar e destravar investimentos no setor portuário foi assinado ontem pelo presidente Michel Temer atendendo a quase todos os pleitos de arrendatários de áreas públicas e de terminais de uso privado (TUPs). As empresas prometem, em contrapartida, investir em modernização e expansão da infraestrutura. O governo estima a injeção de R$ 25 bilhões em ampliações e modernizações. O decreto será publicado na edição de hoje do “Diário Oficial”.

 

Fonte: Valor Econômico

Em busca de uma agenda positiva para se contrapor às reformas impopulares em tramitação no Congresso, o governo deu contornos finais ao “Avançar”, plano que substituirá o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e prevê investimentos de R$ 59 bilhões até o fim de 2018.

Fonte: Valor Econômico

A economia do Estado do Rio deve receber um novo impulso com os dez leilões de petróleo que vão ocorrer entre este ano e 2019. Segundo estimativa da Agência Nacional do Petróleo (ANP), nos 35 anos de vigência dos contratos, serão US$ 30 bilhões em investimentos, para o desenvolvimento dos campos localizados no litoral do estado, e mais US$ 8 bilhões em royalties, já que a expectativa é que sejam descobertas reservas de, no mínimo, quatro bilhões de barris de petróleo.

 

Fonte: Folha de S. Paulo

O quadro de funcionários das empresas do governo federal teve queda de 4% em 2016, de acordo com o primeiro Boletim das Empresas Estatais Federais divulgado ontem pelo ministério do Planejamento. Foram cortados liquidamente 22 mil cargos, passando de 552,9 mil para 530,9 mil pessoas entre 2015 e 2016.

 

Fonte: Valor Econômico

O sucesso das próximas rodadas de licitação de óleo e gás pode destravar investimentos de cerca de US$ 6 bilhões (R$ 18,6 bilhões) até 2019. Um estudo da Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Petróleo (ABESPetro), em parceria com a consultoria Accenture, mostra que o aumento das atividades, sobretudo em exploração, pode ajudar a indústria petrolífera a recuperar, nos próximos três anos, os empregos perdidos no setor nos últimos anos.

 

Fonte: Valor Econômico

Rodovias cedidas ainda em 2013 estão com obras paradas e sem perspectiva de retomada. A duplicação da BR-040, estrada que liga o Distrito Federal ao Rio de Janeiro, está paralisada, atrasando o desenvolvimento de 35 municípios. A Invepar, empresa responsável pelo consórcio, não tem caixa para tocar o empreendimento. A OAS está em processo de recuperação judicial e os fundos de pensão não querem aportar mais dinheiro na sociedade. Além disso, a empresa depende de licenças ambientais e de financiamento. O empréstimo de quase R$ 1 bilhão prometido pelo BNDES em 2014 ainda não saiu.

 

Fonte: Correio Braziliense

Venilton Tadini, presidente-executivo da Abdib, avalia projetos de concessão anunciados pela Secretaria do Programa de Parcerias de Investimento (PPI)e indica que o Congresso Nacional ainda pode melhorar a medida Provisória 752/2016 de forma a destravar investimentos em contratos de concessão vigentes. (Rádio Jovem Pan – 14h20)

 
 

O governador paulista, Geraldo Alckmin (PSDB), se prepara para responsabilizar a União pela queda nos investimentos realizados pelo Estado nos últimos dois anos. O governo federal, segundo documento elaborado pela Secretaria de Fazenda paulista, representa uma “trava” e um “obstáculo” ao aumento da capacidade de aportes de São Paulo. A administração estadual pressiona o Ministério da Fazenda pela revisão dos critérios para “rating” dos Estados.

 

Fonte: Valor Econômico

As concessionárias de telefonia fixa estão acenando com um investimento anual em torno de R$ 30 bilhões e criação de 80 mil a 100 mil novos empregos num período de quatro anos, num setor que hoje emprega 500 mil pessoas. Com base no investimento médio anual de R$ 25 bilhões na área de telecomunicações, a promessa é de adicionar 20% ao montante, de R$ 4 bilhões a R$ 5 bilhões por ano.

 

Fonte: Valor Econômico