Governo Paulista realizará PPP de Infraestrutura Escolar no segundo semestre

99

Na expectativa da Secretaria Estadual da Educação de São Paulo (Seduc-SP), o leilão da Parceria Público-Privada (PPP) destinada à construção de escolas deverá acontecer em novembro deste ano. A previsão é que empresas privadas atuem na construção e administração de escolas em 29 municípios paulistas. A secretaria prevê um investimento de R$ 1,6 bilhão ao longo de 25 anos. Nos três primeiros anos de contrato, o governo espera R$ 1,2 bilhão aportados em escolas. O projeto foi elaborado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Atualmente, o BNDES possui cinco projetos relacionados à estruturação do setor da Educação no país. Há parcerias fechadas com os municípios de Recife (PE), Caxias do Sul (RS) e do Rio de Janeiro (RJ), além dos estados de São Paulo e Minas Gerais A Seduc-SP tem deixado claro que o projeto refere-se à infraestrutura, isto é, a gestão privada não realizará atividades pedagógicas ou educacionais nos equipamentos construídos. A consulta pública sobre a PPP para escolas estaduais foi encerrada em janeiro. O edital está em processo de elaboração, em que é conduzido por consultores do BNDES com o apoio da Fundação Getúlio Vargas, a Faccio Arquitetura e a Dal Pozzo Advogados. (CNN Brasil)