Governo de São Paulo abre consulta pública referente à Sabesp

77

Ontem (15), o Governo do Estado de São Paulo disponibilizou uma consulta pública referente à concessão da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), que prevê um plano de investimentos obrigatório de R$ 68 bilhões até 2029, para a universalização dos serviços. Contudo o valor poderá chegar a R$ 260 bilhões até 2060, de acordo com o governo estadual. Os investimentos estão previstos no novo contrato que a Sabesp deverá firmar com a unidade regional, que é formado por375 municípios. Assim, até 2029, os investimentos são obrigatórios, em razão da meta de universalização dos serviços de saneamento, sendo 99% da população com abastecimento de água e 90% para coleta de esgoto. Posteriormente, o cronograma de investimentos previsto nos anexos do contrato é referencial, isto é, pode ser modificado. A consulta pública ficará aberta até 15 de março. O governo também realizará oito audiências públicas, De acordo com o cronograma do governo, o contrato deverá ficar pronto para ser aprovado pela unidade regional até abril deste ano. Além do novo contrato, serão divulgadas informações sobre o novo modelo regulatório, que valerá após as alterações na estrutura da Sabesp, que poderá modificar de modo significativo o método de revisão das tarifas que são cobradas pela empresa. (Valor Econômico)