Concessão do Cais Mauá recebe apenas uma única proposta

116

Nesta quarta-feira (31), a concessão do Cais Mauá, em Porto Alegre (RS), realizou a etapa de apresentação de propostas de empresas interessadas em assumir o espaço. Apenas uma empresa que é sediada em Porto Alegre e atua no setor imobiliário mostrou interesse no edital. Agora a documentação será analisada e na sequência, será realizado o leilão de concessão, na Bolsa de Valores (B3), em São Paulo (SP), na próxima terça-feira (06), às 14h. Atualmente, o Governo do Estado do Rio Grande do Sul é o dono do Cais Mauá e deseja conceder a área de 3 km de extensão e 181 m² à iniciativa privada por 30 anos. O local fica às margens do Rio Guaíba (RS) e vai da Usinado Gasômetro à rodoviária de Porto Alegre. De acordo com o edital, a empresa vencedora do leilão deverá fazer investimentos de R$ 353,3 milhões, com o dever de reestruturar os armazéns, tombados pelo patrimônio histórico, e revitalizar as docas. Ademais, os armazéns poderão ser transformados em lojas, bares e restaurantes, enquanto parte das docas poderão ser usadas para a construção de imóveis residenciais e comerciais. 1) Em relação ao Muro da Mauá, construído para conter cheias do Guaíba, poderá ser parcialmente destruído. A empresa que assumir a área deverá fazer um projeto com barreiras fixas e móveis para o local. Cabe mencionar que o edital define que a circulação livre de pessoas pelo Cais Mauá, deverá ser gratuita. (G1)