União encaminha liberação de rodovias federais para pacote de concessão

102

 O ministro dos Transportes, Renan Filho, reagiu positivamente ao pedido do Governo do Estado do Mato Grosso do Sul para que trechos das rodovias federais BR-262 e BR-267 sejam delegados ao Estado, para que façam parte de um pacote com outras três rodovias estaduais, que serão concedidas à iniciativa privada. Em reunião com o governador de Mato Grosso do Sul, Eduardo Riedel (PSDB), e com o titular da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Seilog), Hélio Peluffo, o ministro teria afirmado que estudaria as questões legais e formais para essa delegação. Em agosto deste ano, o governo do Estado abriu chamamento público para encontrar empresa interessada em elaborar Estudo de Viabilidade Técnica para a concessão das estradas. Assim, o grupo Consultores Rodoviários, que foi selecionado para realizar o estudo, foi autorizado a iniciar a estruturação do projeto destinado à reabilitação, operação, manutenção e conservação das rodovias. O grupo é formado pelas empresas Moysés & Pires Sociedade de Advogados, Proficenter Negócios em Infraestrutura Ltda., Infraplan Consultoria Ltda., Vallya Advisors Assessoria Financeira Ltda., Pavesys Engenharia S/S Ltda. e Ecoworld Consultoria e Administração. O governo estadual também fará um financiamento com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), por meio da linha Finem, no valor de R$ 2,3 bilhões, com o intuito de recuperar rodovias. (Correio do Estado)