Setor elétrico precisa de mais racionalidade econômica e menos ideologia

153

O Brasil passa por um momento de extrema polarização em que a maior parte das vezes a questão ideológica passa por cima da racionalidade econômica, causando enormes prejuízos para toda a sociedade. No setor de energia temos vários exemplos. O debate em torno da Margem Equatorial, colocando de um lado ambientalistas e do outro aqueles que defendem a exploração do petróleo e gás na região, é um deles. Ao invés de mostrar que não existe nenhuma incompatibilidade entre meio ambiente e exploração de petróleo, acaba colocando um “ou” quando o correto é o “e”. Ou seja, dá para ter uma política de preservação do meio ambiente e explorar petróleo e gás.

O Estado de S.Paulo