Depreciação acelerada pode ter recursos de até R$ 15 bi, afirma Haddad

360

Os recursos direcionados no Orçamento de 2024 para o mecanismo de depreciação acelerada podem chegar a R$ 15 bilhões, afirmou nesta segunda-feira, 24, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad. Ele participou de reunião sobre o tema com o vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Geraldo Alckmin, no Palácio do Planalto. Depreciação acelerada é uma espécie de incentivo fiscal que permite a empresas deduzir da tributação, mais rapidamente do que em outras modalidades, investimentos realizados em máquinas e equipamentos.

Valor Econômico