Portos do Paraná apresenta pioneirismo da concessão do canal de acesso no Sul Export

335

Ontem (11), a Portos do Paraná, empresa pública, apresentou uma proposta inédita para a concessão do canal de acesso ao Porto de Paranaguá (PR), no segundo dia do Fórum Regional de Logística, Infraestrutura e Transportes, o Sul Export. O modelo de concessão prevê que a iniciativa privada faça investimentos em serviços de dragagem, derrocagem, sinalização, batimetria, programas e monitoramentos ambientais. No total, os investimentos previstos ultrapassam R$ 1 bilhão, até o segundo ano da operação estima-se R$ 251 milhões, já até o quarto ano serão empenhados mais de R$ 797 milhões. O objetivo principal é ampliar o calado no Canal da Galheta, que tem cerca de 22,6 quilômetros e dá acesso aos portos de Paranaguá e Antonina. Hoje, a profundidade máxima para a entrada dos navios é de 12,8 metros. A previsão é passar para 13,3 metros ainda na fase de implantação e chegar a 15,5 metros após a concessão. A concessão estudada é parcial, com um modelo híbrido de julgamento: maior desconto sobre a tarifa e maior valor de oferta. Segundo o diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia, destacou a importância do Estado estar à frente de uma concessão pioneira no País. “Esse processo é fundamental para a segurança da navegação. A chegada de grandes navios ganham agilidade”, disse. (Agência Estadual de Notícias)