Aneel propõe revisão das tarifas da Equatorial Pará, com alta média de 16,85%

391

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) propôs revisão periódica das tarifas da Equatorial Pará, com uma alta média de 16,85% para os consumidores da distribuidora de energia, e convocou uma audiência pública em 16 de junho para debater o ajuste, informou a reguladora em nota nesta terça-feira (6). A distribuidora do grupo Equatorial Energia atende 2,94 milhões de unidades consumidoras no Estado do Pará. As novas tarifas, que devem passar a vigorar em 7 de agosto, terão efeitos distintos por classes de consumidores. Aqueles ligados em baixa tensão perceberão um aumento tarifário médio de 18,55%, sendo que, para os consumidores residenciais, a alta é de 18,32%. Já consumidores ligados em alta tensão terão impacto de 10,63%.

Folha de S.Paulo