PPI é referência, não regra para preço, diz presidente da Petrobras

219

O presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, voltou a afirmar que o preço de paridade de importação (PPI) é apenas uma referência e que uma queda do valor da gasolina não está descartada. A declaração foi feita na manhã desta quinta-feira (23), em evento na Fundação Getúlio Vargas no Rio de Janeiro. “Eu não aceito o dogma do PPI, eu aceito a referência internacional. A Petrobras trabalha com preço de mercado de acordo com o cliente, levando em conta os preços praticados no Brasil. Não preciso necessariamente estar amarrado ao preço do importador, que é o meu principal concorrente”, disse.

Folha de S.Paulo