Artigo: Plano de expansão da Petrobras ajuda Priner a mirar R$ 1 bi de receita em 2023

250

Pelo segundo ano consecutivo, o grupo de engenharia de manutenção industrial e infraestrutura Priner dobrou de tamanho. Como reflexo das aquisições feitas nos últimos anos, depois que a companhia abriu seu capital em 2020, a receita líquida atingiu R$ 813 milhões em 2022, contra R$ 433 milhões em 2021, com crescimento de 87,8%. De acordo com o presidente da Priner, Tulio Cintra, a área de óleo e gás foi responsável por mais de 60% do resultado e a tendência é que os ganhos continuem no mesmo ritmo, principalmente pelos planos de expansão da Petrobras e pelo crescimento de outras empresas do setor, previstos para os próximos anos. A meta é chegar à receita de R$ 1 bilhão este ano e dobrar esse valor nos próximos três anos, atingindo R$ 2 bilhões em 2026.

( Denise Luna)

O Estado de S.Paulo