Aeroporto de Passo Fundo (RS) deverá ser concedido à iniciativa privada

174

Ontem (15), o Governo do Estado do Rio Grande do Sul apresentou o plano de conceder as operações do aeroporto de Passo Fundo Lauro Kortz à iniciativa privada até o final deste ano. Atualmente, a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), órgão vinculado ao Ministério de Portos e Aeroportos, é responsável pela operação do terminal.

A expectativa é que em breve, sejam realizadas consultas e audiência pública para ajustar o projeto. O edital de concessão deverá ser publicado em junho, com período de dois a três meses para manifestação de empresas. É possível que o aeroporto de Santo Ângelo Sepé Tiaraju também faça parte do pacote.

Os investimentos entre obras e operação pela iniciativa privada ao longo de 30 anos estão estimados em R$ 85 milhões para os dois terminais. Em reunião, o prefeito de Passo Fundo, Pedro Almeida (PSB), apontou as prováveis mudanças que serão feitas:

Hoje, temos um aeroporto remodelado e moderno, necessário para o desenvolvimento de Passo Fundo e da região. A concessão será importante para a manutenção e ampliação do que já existe. Cabe ressaltar que a nossa urgência é com relação ao estacionamento e extensão de vagas, afirmou Almeida.

O contrato, no valor de R$ 2,6 milhões mensais, com a Infraero será finalizado em abril. Neste momento, apenas duas companhias aéreas (Azul e Gol) operam nos terminais (GZH)