Atraso em obras públicas prorroga concessão de esgoto até 2033 em Ribeirão Preto

67

O atraso em obras que deveriam ter sido feitas pela Prefeitura de Ribeirão Preto (a 313 km de São Paulo) na primeira década dos anos 2000 —e não foram— fez com que a concessão do tratamento de esgoto na cidade paulista fosse prorrogada em 15 anos. Pioneira na cessão do serviço à iniciativa privada, Ribeirão tinha como prazo inicial para o fim da concessão o ano de 2018, mas um acordo fez com que a concessionária executasse as obras, mediante aditivos no prazo final da concessão.

Folha de S.Paulo