Enbpar pode absorver técnicos da Eletrobras

677

A Empresa Brasileira de Participações em Energia Nuclear e Binacional (Enbpar) pode ser reconhecida como sucessora da Eletrobras, do ponto de vista jurídico e trabalhista, caso a justiça aceite uma ação movida ano passado pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Energia do Rio de Janeiro e Região (Sintergia/RJ). A entidade ingressou com uma ação civil coletiva no Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região em que pede o reconhecimento de que a Enbpar sucedeu a Eletrobras ao ser criada para absorver os ativos não privatizáveis – Eletronuclear e Itaipu – e a gestão das políticas públicas.

Valor Econômico