Linha Amarela: decisão sobre fim da concessão fica para 2023; entenda

510

Ontem (12), a prefeitura do Rio de Janeiro (RJ) suspendeu o processo administrativo, que declarava a nulidade do 11º termo aditivo do contrato de concessão da Linha Amarela, que permite a concessionária Lamsa explore o pedágio na via expressa por um período de mais 15 anos, isto é, de 2023 até 2038. Assim, a concessionária poderá explorar o serviço a partir de 1º de janeiro, data inicial do aditivo. A decisão foi proferida em uma audiência de conciliação com a juíza Regina Lucia Chuquer de Almeida Costa de Castro Lima, da 6ª Vara de Fazenda Pública. (Yahoo!)