EDP e Voith fecham acordo para manutenção de quatro usinas

157

Depois de desistir de vender as usinas hidrelétricas Santo Antônio do Jari (392,95 MW) e Cachoeira Caldeirão (219 MW), no Amapá, a companhia EDP Brasil traçou uma nova estratégia para os ativos e firmou um contrato com a Voith Hydro para manutenção programada das unidades. Os trabalhos incluem também serviços nas usinas de Lajeado (902,5 MW) e Peixe Angical (498,75 MW), ambas no Estado do Tocantins. A EDP tem uma política global de rotação de ativos que facilita a monetização dos parques geradores antes de chegarem ao fim da sua vida útil. 

Valor Econômico