Governo do Estado de São Paulo homologa a concessão do Lote Noroeste

49

Hoje (01), o Governo do Estado de São Paulo homologou a concessão do Lote Noroeste à Ecorodovias Concessões e Serviços, que venceu o leilão no dia 15 de setembro deste ano. O grupo arrematou o lote de rodovias com a oferta de R$ 1,2 bilhão, o que representa um ágio de 16.151,20% sobre a outorga mínima.

Com a homologação da licitação, a concessionária deverá assinar o contrato em breve, já que não foram identificadas irregularidades no processo licitatório.

Além da rodovia SP-310, conhecida como Washington Luís, no trecho entre São Carlos e Mirassol, ambos municípios do Estado de São Paulo, o Lote Noroeste inclui SP-323 (Rodovia José Della Vechia/Orlando Chesini Ometto); SP-326 (Rodovia Brigadeiro Faria Lima – entre Bebedouro e Barretos); SP 333 (Rodovia Carlos Tonani, Nemésio Cadetti, Laurentino Mascari e Dr. Mario Gentil) e SP 351 (Rodovia Comendador Pedro Monteleone).

O contrato prevê a construção da terceira faixa na Washington Luís, do km 425 ao km 454, entre Cedral e Mirassol, passando por Rio Preto (SP). De acordo com o edital, o investimento estimado na execução da obra ultrapassa os R$ 627 milhões. O prazo para a conclusão da obra é de quatro anos a partir da posse da concessionária.

A concessão terá duração de 30 anos e prevê investimentos de R$ 13,9 bilhões, sendo R$ 10 bilhões para obras e R$ 3,9 bilhões para operação. A nova concessão prevê aos usuários a redução de 10% nas tarifas de pedágio atualmente praticadas.

A posse efetiva do Lote Noroeste pela Ecorodovias deverá acontecer apenas em abril do próximo ano, quando o contrato com a atual concessionária, a AB Triângulo do Sol, será finalizado. (Governo do Estado de São Paulo)