Câmara dos Deputados vira arena na disputa entre elétricas

78

As distribuidoras de energia elétrica e os fornecedores de painéis solares intensificaram o embate nesta quarta-feira (23) em torno do projeto de lei, em tramitação na Câmara dos Deputados. O projeto amplia por 12 meses o prazo para ter direito à isenção sobre a cobrança da tarifa de uso da rede das distribuidoras, a chamada Tusd, para quem investir em geração distribuída (GD). Esta modalidade permite ao consumidor gerar a própria energia e obter descontos na conta de luz a partir do excedente injetado na rede de distribuição.

Valor Econômico

 

COMPARTILHAR
Artigo anteriorAeroporto de Noronha
Próximo artigoReajuste da Copasa