Concessão de naming rights (associação de nome comercial) da estação Brigadeiro do Metrô de São Paulo fracassa

50

O Metrô de São Paulo (SP) informou ontem (15), que não obteve sucesso na concessão do uso do nome (naming rights) da estação Brigadeiro da Linha 2-Verde. Apenas uma proposta foi apresentada, pela empresa DSM Digital Sports Multimedia Ltda, que propôs R$ 40 mil mensais de remuneração, o que foi recusado. Mesmo com a contraproposta no valor de R$ 130 mil, o Metrô não aceitou, assim, o processo terminou sem um vencedor. (Diário do Transporte)