Velocidade do 5G renova expectativa, mas tempo de resposta ainda é de 4G

87

A ativação da versão de 3,5 GHz do 5G em São Paulo pode ter passado despercebida para quem já usava um celular compatível com a nova geração antes desta quinta-feira (4). Mas não porque não houve diferença. O símbolo exibido pelos aparelhos conectados é o mesmo da versão de 2,3 GHz, considerada “impura” e disponível desde o ano passado. Mesmo com uma estreia tímida, imperceptível para parte dos usuários, a conexão foi de fato transformada: agora é até dez vezes mais rápida.

Folha de S.Paulo