Associação de aviação executiva faz novo pedido ao TCU para suspender leilão de Congonhas

95

A Associação Brasileira de Aviação Geral (Abag) entrou com um novo pedido no Tribunal de Contas da União (TCU) para suspender a realização do leilão do bloco que inclui Congonhas e outros dez aeroportos de menor porte em Mato Grosso do Sul, Pará e Minas Gerais. A requisição pede que o aeroporto paulistano seja retirado do bloco e que seja feita uma revisão dos estudos que levaram à modelagem proposta para o bloco, neste caso com o objetivo de permitir que seja realizada uma concessão isolada ou regionalizada dos aeroportos descritos como deficitários em regime de parceria público-privada (PPP).

O Globo