Prio aumenta venda de petróleo após sanções contra a Rússia

104

Depois das sanções impostas pelos Estados Unidos e Europa à Rússia pela invasão à Ucrânia, a Prio (antiga PetroRio) observou um aumento na demanda pelo petróleo dos campos que opera. De acordo com o diretor financeiro da companhia, Milton Rangel, o petróleo russo tem similaridades ao produzido no pós-sal brasileiro e a extração nacional acabou substituindo as exportações russas em alguns mercados ocidentais depois das sanções. “Observamos um aumento da demanda em relação ao nosso óleo e isso se refletiu nas taxas de desconto”, disse o executivo.

Valor Econômico