Infraestrutura e BNDES

407

Artigo assinado por Tadini e Guimarães e publicado pelo Correio Braziliense fala da necessidade de funding e de uma taxa de juros anticíclica para financiar as obras de infraestrutura. 

As concessões de serviços públicos de infraestrutura foram o instrumento de política econômica que mais avançou no Brasil nos últimos anos. Os processos de licitação estão mais maduros, com projetos mais bem estruturados e maior articulação entre órgãos de regulação e controle. Eles deixaram de carregar o ranço ideológico do passado e, num ambiente de escassez de recursos públicos, passaram a contribuir para a solução dos graves problemas da infraestrutura do país.

Correio Braziliense