Energia residencial deve subir 9,8% este ano

293

A tarifa de energia residencial do brasileiro deve encerrar o ano de 2022 com alta média de 9,8%, de acordo com previsão da TR Soluções, empresa de tecnologia especializada em tarifas de energia. No primeiro semestre do ano, 20 distribuidoras passaram por reajustes tarifários homologados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), com uma variação média realizada de 13,57%. Entretanto, há ainda outras 33 concessionárias que vão passar pelo processo de revisão tarifária e devem observar uma alta média de 5,6%, menos da metade do reajuste médio do semestre.

Valor Econômico