Usina soterrada pela Samarco pode voltar a operar em 2023

58

Desde 2015 sem gerar energia, a hidrelétrica Risoleta Neves pode voltar a operar no primeiro trimestre de 2023. A usina está parada porque sua estrutura foi soterrada por rejeitos após o rompimento da barragem de Fundão, da mineradora Samarco, que deixou 19 mortos, destruição e graves consequências ambientais no rio Doce. Este é o novo prazo estabelecido pelo Consórcio Candonga que administra a usina. No histórico há sucessivos atrasos nas obras de dragagem e multas devido aos descumprimentos de prazos pela Samarco e pela Fundação Renova. Agora a promessa é que até março de 2023 a usina volte a operar.

Valor Econômico