TCU aprova auditoria em atos da Eletrobras

73

Autor do pedido de vista que adiou o julgamento final da privatização da Eletrobras, o ministro Vital do Rêgo, do Tribunal de Contas da União (TCU), pediu ontem abertura de uma auditoria sobre os procedimentos contábeis de provisionamento da empresa. O pedido foi aprovado por unanimidade no plenário. As provisões são normalmente feitas pelas companhias como uma espécie de colchão de segurança para a eventual obrigação de desembolsos resultantes de decisões judiciais desfavoráveis.

Valor Econômico