Índice Abdib-Vallya de Infraestrutura continua em tendência de recuperação

500

O Índice Abdib-Vallya de Infraestrutura, composto por variáveis dos setores de rodovias, ferrovias, aeroportos, portos, energia elétrica e telecomunicações, registrou alta de 2,16% em fevereiro de 2022 quando comparado ao mês anterior, excluindo os efeitos sazonais. Tal incremento fez com que o indicador superasse em 1,98% o nível registrado em fevereiro de 2020.

A recuperação do índice desde o início da pandemia continua indica o ganho de relevância dos modais ferroviários e portuários, quando comparado a 2018 e 2019, decorrente da exportação de insumos básicos, tais como minério de ferro, soja, milho e açúcar. Este modais superaram, respectivamente, em 8,92% e 10,56% os dados do último mês antes do início da pandemia.

O setor aeroportuário continua com uma lenta retomada das atividades, ainda em nível inferior ao de fevereiro de 2020 de aproximadamente 20%. O crescimento médio mensal do setor nos últimos 6 meses foi na ordem de 2,5%. Já o setor de rodovias encontra-se praticamente estável desde junho de 2021 em patamar 4,0% inferior ao percebido antes da pandemia.

Por fim, os setores de telecomunicações e energia, importantes termômetros dos demais segmentos da economia, caminharam em sentidos opostos no mês de fevereiro. Enquanto o primeiro apresentou estabilidade e continua 10,0% acima do mesmo mês de 2020, o setor de energia teve a segunda queda mensal consecutiva, na série com ajuste sazonal, 1,6%, talvez consequência da recente crise energética.

Ainda vale citar que a guerra envolvendo a Rússia e a Ucrânia iniciou-se no dia 20 de fevereiro. Por enquanto, não há sinais claros de um provável impacto negativo sobre o uso da infraestrutura brasileira.

 

Acesse a nota metodológica.

Acesse a planilha de dados.