Governo do Tocantins fará roadshow para apresentar ao setor privado o projeto da PPP das usinas fotovoltaicas no estado

560

O governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Parcerias e Investimentos (SPI), realiza
no dia 18 de março, às 15h00, o roadshow da PPP de Energia Solar. O evento, em formato virtual, apresentará aos investidores as potencialidades do projeto para contratação de parceria público-privada, na modalidade de concessão administrativa dos serviços de instalação, operação e manutenção de miniusinas solares para atendimento da demanda energética dos prédios públicos estaduais. O projeto foi modelado em cooperação técnica entre a Tocantins Parcerias e o Instituto de Planejamento e Gestão de Cidades (IPGC).

O roadshow é voltado para investidores do mercado de energia com interesse em participar
do processo licitatório. Atualmente, o projeto se encontra em consulta pública, assim, todos
os detalhes técnicos, além do estudo de viabilidade, podem ser consultados na página do
governo do estado. Sugestões também poderão ser enviadas e serão analisadas pela
equipe técnica responsável.

PPP de Miniusinas
Esta será a segunda PPP de energia solar em nível estadual no Brasil. O Piauí foi o
primeiro a adotar o modelo, que já está em fase de implantação no estado nordestino. Com
o projeto, o Tocantins irá atrair cerca de R$ 157 milhões de reais em investimento privado,
de acordo com o estudo de viabilidade. Esse valor será o montante aplicado pelas
empresas vencedoras da licitação para a implantação das Unidades de Geração fotovoltaica.
Com o investimento, a perspectiva é que o estado economize cerca de 1 bilhão de reais
com a tarifa de energia ao longo de 25 anos, que é o tempo de operação dos serviços em
contrato.
Além do ganho econômico, a PPP das miniusinas solares no Tocantins trará benefício
ambiental inédito, reduzindo em mais de 2 mil toneladas a emissão de gás carbônico na
atmosfera. Essa redução equivale ao montante de gás absorvido anualmente por 130 mil
árvores.
O primeiro lote do projeto irá atender as unidades consumidoras dos órgãos da
administração pública direta e indireta vinculados ao Poder Executivo Estadual. Terá a
demanda de geração de créditos de energia de 17.546.197,00 kwh/ano, sendo prevista a
instalação de usinas que somem a potência de 14,13 MWp. O segundo pacote atenderá os prédios da Secretaria de Saúde, com a geração de 1.552.560,00 kWh/ano, por meio de
usinas que somam a potência de 1,25 MWp. A parcela final da PPP vai suprir a demanda
energética da Secretaria de Educação, com a instalação de usinas que somem 11,13 MWp
de potência e 13.819.571,00 kWh/ano.

Participação no roadshow
Os investidores e demais interessados em participar do roadshow deverão preencher o
formulário de participação. Após a inscrição, o link será enviado por e-mail.

INSCREVA-SE