Alta da energia faz déficit comercial da UE disparar

276

A alta do preço da energia tem afetado a economia da zona do euro e, combinada ao salto nas importações chinesas, elevou o déficit comercial do bloco em dezembro ao maior nível em 13 anos. As importações de bens para a zona do euro subiram 36,7% pelo critério de valor em dezembro, em comparação com o mesmo mês do ano anterior, impulsionadas principalmente pelos preços mais altos da energia, disse ontem a agência de estatísticas europeia Eurostat. A zona do euro depende de importações para a maior parte de sua demanda de petróleo e gás.

Valor Econômico