Petróleo atinge maior cotação desde 2014 por receio com oferta

134

Os preços do petróleo atingiram seu maior patamar em sete anos nesta terça-feira, impulsionado pelas apostas de que a demanda poderia superar a oferta ainda em 2022, um cenário que também ameaça alimentar novas altas na inflação mundial. O barril do tipo Brent, referência internacional nas negociações da commodity energética, subiu 1,3%, para US$ 87,63 [nas negociações do meio do dia], maior patamar desde outubro de 2014, quando a cotação chegou superou os US$ 115.

Valor Econômico