Brasil passa a exportar energia para a Argentina em meio à onda de calor na América do Sul

89

Depois da pior crise hídrica em 91 anos, o Brasil está exportando energia elétrica para a Argentina, informou ao Estadão/Broadcast o diretor-geral do Operador Nacional do Sistema (ONS), Luiz Ciocchi. Segundo ele, no início desta semana, a Argentina solicitou a importação de 150 megawatts (MW), depois 300 MW, subindo para 500 MW, 1.000 MW e agora 1.500 MW, que foram fornecidos durante algumas horas para o país vizinho.

O Estado de S.Paulo