Diversificação das petroleiras deve ganhar impulso em 2022

340

Enquanto a Petrobras busca um “novo motor de geração de caixa”, para complementar a produção de petróleo a longo prazo, as petroleiras devem se manter ativas na diversificação de portfólio em 2022. O ano que vem tem tudo para ser transformacional para a indústria de óleo e gás, numa intensa movimentação das petroleiras rumo à transição energética, segundo a Wood Mackenzie. Com a recuperação dos preços do petróleo e o aumento da pressão pela redução das emissões, a consultoria espera níveis recordes de investimentos em descarbonização.

Valor Econômico