Primeira refinaria da Petrobras a ser privatizada receberá aporte de US$ 500 milhões de fundo árabe

325

Petrobras e o fundo árabe Mubadala acabam de assinar o fechamento do acordo para a venda da primeira refinaria do país e primeira a ser privatizada, a Refinaria Landulpho Alves (Rlam), segundo uma fonte do setor. A venda foi acertada por R$ 1,7 bilhão, que entrará no caixa da Petrobras. O acordo prevê contrato de 15 meses de transição da estatal para o grupo comprador. A Rlam reponde, sozinha, por 14% de toda a capacidade de refino do Brasil. De acordo com fontes, a intenção do Mubadala é aportar cerca de US$ 500 milhões na unidade nos próximos sete anos. 

O Globo