Às vésperas do leilão do 5G, quase 9 milhões de pessoas no Brasil sequer têm acesso ao 4G

41

Ao se mudar do bairro Nogueira para o da Cascatinha, no distrito de mesmo nome em Petrópolis, na Região Serrana do Rio, a auxiliar de serviços Caroline Pomin teve prejudicada uma parte importante da dinâmica familiar: a comunicação. Ela não encontrou no novo endereço o sinal de celular e a internet móvel que tinha no antigo. Desde que se mudou, há um ano, não vê o símbolo do 4G no celular.

O Globo