Após perder disputa por Oi Móvel, Highline mira leilão do 5G

53

A Highline do Brasil – empresa de construção e operação de torres e antenas de telecomunicações – está com a artilharia a postos para entrar no leilão do 5G, previsto para acontecer no próximo mês. A empresa vê no certame a oportunidade de retomar o projeto que acabou frustrado, com a perda da disputa pela Oi Móvel no ano passado. Na ocasião, seu lance foi superado pela união das rivais Claro, Vivo e TIM, que compraram a Oi Móvel por R$ 16,5 bilhões.

O Estado de S.Paulo