Platts levanta emissões na produção de petróleo

415

A produção de petróleo e gás no campo de Tupi (antigo Lula), no pré-sal da Bacia de Santos, emite menos carbono do que alguns dos maiores campos dos Estados Unidos e do Canadá, mas ainda tem uma intensidade de emissões mais alta do que áreas na Noruega e África, aponta um levantamento da consultoria S&P Global Platts. O campo, que é operado pela Petrobras e está entre os maiores do mundo em volumes de produção, teve uma intensidade de emissões de 24,69 quilos de carbono por barril de petróleo equivalente (kgCO2 /boe) no mês de julho.

Valor Econômico