Concessões dos aeroportos de Congonhas e Santos Dumont exigirão investimentos de R$ 7 bi

468

O governo decidiu acelerar o processo de privatização das duas “joias da coroa” entre os aeroportos: Santos Dumont, no Rio, e Congonhas, em São Paulo. Pressionada pelo governo, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) deve divulgar o edital do certame nesta terça-feira para tentar realizar o leilão já em abril de 2022. Os dois aeroportos, considerados as “joias da coroa” entre os terminais ainda sob administração da estatal Infraero, são os mais movimentados do país e sempre foram cobiçados pela iniciativa privada.

O Globo