Demanda por serviços de infraestrutura segue em reação e registra crescimento há quatro meses

851

O Índice Abdib-Vallya de Infraestrutura, composto por variáveis para os setores de rodovias, ferrovias, aeroportos, portos, energia elétrica e telecomunicações, registrou incremento de 0,5% em julho de 2021 quando comparado a junho deste ano, excluindo os efeitos sazonais. Tal crescimento veio em linha com a expectativa de continuidade na retomada do setor de infraestrutura influenciada, neste segundo semestre, pelo aumento no ritmo de vacinação e a abertura das atividades econômicas.

A variação positiva não foi mais relevante por conta da estabilização na movimentação de cargas registradas nos setores de portos e rodovias, em especial, na movimentação de soja uma vez que o escoamento da safra ocorreu de maneira mais acelerada neste ano quando comparado aos demais.

A demanda por serviços de telefonia foi o grande indutor do crescimento neste mês. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou neste mês a segunda edição do Relatório Analítico do Impacto da pandemia de Covid-19 no setor de telecom. O documento indica que a telefonia móvel aumentou sua participação em 6,8% e a banda larga fixa em 10,54% quando comparado ao início da pandemia.

Os setores de rodovias e aeroportos, ainda influenciados pela retomada gradual na movimentação de passageiros, também apresentaram crescimentos mensais (quando excluído o efeito sazonal). Por fim, o setor de energia, importante termômetro da economia brasileira, também apresentou variação mensal positiva e segue em patamar superior ao nível pré-pandêmico desde janeiro de 2021.

 

Sobre a Abdib – Fundada em 1055, a Associação Brasileira da In­fraestrutura e Indústrias de Base (Abdib) é uma entidade privada, sem fins lucrativos, cuja missão é contribuir para o crescimento econômico e o desenvolvimento social do Brasil por meio da expansão dos investimentos em infraestrutura e indústrias de base. Reúne mais de 120 empresas públicas e privadas que participam de todas as fases dos negócios (estruturação, investimento e operação) nos setores de infraestrutura e indús­trias de base, tais como concessionárias de servi­ços públicos, fabricantes de equipamentos, pres­tadores de serviços como engenharia e escritórios de advocacia, grandes usuários de infraestrutura, fundos de private equity, seguradoras, bancos de investimentos e empresas de consultoria, entre outras.

Sobre a Vallya – boutique focada em assessoria estratégica, econômica e financeira, em especial no setor de infraestrutura. Atua no mapeamento e apoio para realização de bons investimentos e parcerias, os quais exigem visão multidisciplinar e compreensão acerca dos principais elementos envolvidos no processo. Dentre eles, a operação a ser estruturada, o mercado de atuação, a legislação e regulação vigentes, os riscos do negócio e do projeto, comunicação estratégica, entre outros aspectos. A Vallya desenvolve inteligência e análises técnicas para subsidiar a tomada de decisões estratégicas, atuando também nas fases de negociação e estruturação dos projetos, sempre visando a plena consecução dos objetivos traçados.

 

Acesse a nota metodológica.

Acesse a planilha de dados.