Sem disputa, Via Brasil arremata leilão da rodovia BR-163/230, na B3

456

Em leilão sem disputa, o consórcio Via Brasil, formado pelas empresas Conasa, Zeta, Rocha Cavalcante e M4 Investimentos, arrematou o leilão para a concessão de seis trechos da rodovia BR-163/230, com oferta de R$0,07867 por quilômetro, representando um deságio de 8,09%.

O sistema que compreende um total de 1.009,52 km de expansão, prevê nos 10 anos de concessão (prorrogável por 2 anos) investimentos de R$1,87 bilhão, custos operacionais de R$ 1,2 bilhão e taxa interna de retorno de 8,47%. Estimativas apontam para geração de cerca de 28.635 empregos diretos e indiretos com o empreendimento.

“A finalidade do projeto é obter um modelo atrativo e com tratamento adequado dos riscos, dotar a rodovia de condições perenes de trafegabilidade, de condições para o escoamento de grãos compatível com a estrutura portuária existente, reduzir os custos operacionais e dos tempos de viagem dos veículos, propor soluções de engenharia para os elementos do sistema rodoviário no longo prazo, ainda que o prazo da concessão seja mais curto que o usual, compatível com a entrada em operação esperada para a ferrovia (Ferrogrão)”, diz o edital. (Monitor do Mercado)