Leilão da Casal

191

A Prefeitura de Maceió (AL) planeja ir à Justiça para obter parte dos recursos obtidos pelo Estado de Alagoas com o leilão de saneamento realizado em 2020. Na licitação, a BRK Ambiental ofereceu R$ 2 bilhões pela concessão dos serviços de água e esgoto em 13 cidades da região metropolitana de Maceió. Pelas regras do edital, os recursos da outorga são destinados ao governo estadual. À época, a capital Maceió não questionou a distribuição de recursos. Porém, a atual gestão, comandada por João Henrique Caldas (PSB), decidiu acionar a Justiça para pleitear uma parcela.

Valor Econômico