Salto na inflação aumenta pressão por alta de juros, e brasileiro já muda hábitos

37

Impulsionado pelo aumento de itens como energia elétrica e combustíveis, o IPCA avançou 0,83% em maio. O resultado superou as previsões do mercado e representa a maior taxa para o mês em 25 anos. Para analistas, o comportamento dos preços mostra uma inflação mais persistente do que o previsto, alvo de pressões que devem se estender ao longo do segundo semestre, como o custo maior da conta de luz em razão da crise hídrica.

O Globo