MP da Eletrobras reduz contas em 7,3%, diz MME

57

Em esforço para conter a enxurrada de críticas dirigidas ao texto atual da medida provisória de privatização da Eletrobras (MP 1.031/21), o Ministério de Minas e Energia (MME) reagiu ontem com nota oficial para rebater os argumentos de que a aprovação da matéria, discutida no Senado, resultará em aumento nas contas de luz. Para o governo, o efeito é inverso, com redução de até 7,36% da fatura.

Valor Econômico